10 coisas que todo estudante de jornalismo deve fazer

Essa lista é o resultado de uma série de conselhos de profissionais da comunicação que recebi ao longo dos anos de faculdade.

102
3571
Foto: Wikimedia Commons.

Muita gente vem me perguntar como se tornar um bom jornalista, como entrar no mercado de trabalho, como escrever bem. Então resolvi escrever essa lista com 10 coisas que todo estudante de jornalismo, que realmente queira se dar bem na área, pode fazer. É claro que não são mandamentos que devem ser seguidos sob o risco de nunca atuar no jornalismo. Mas essa lista é o resultado de uma série de conselhos de profissionais da comunicação que recebi ao longo dos anos de faculdade. É um caminho que, pelo menos no meu caso, tem dado certo, por isso resolvi compartilhar com vocês.

1 – Acompanhar as notícias nacionais e internacionais, seja através do rádio, da televisão, do jornal impresso ou pela internet. Lembre-se que o bom jornalista deve saber de tudo o que está acontecendo, ainda que superficialmente.

2 – Ouvir o que os comentaristas conceituados dizem sobre as manchetes do dia. Isso poderá lhe ajudar a ter um espírito crítico.

3 – Escrever para blogs, jornais de pequeno porte, ou qualquer veículo de comunicação. Assim, além de praticar, você terá a oportunidade de divulgar o seu trabalho e fazer o seu nome circular. (Uma importante observação foi feita pelo jornalista Gabriel Toueg sobre esse ponto. “Escrevam, sim. Mas não publiquem em meios com fins lucrativos sem cobrar. Jamais. Isso prejudica os colegas mais experientes (e um dia vocês serão os colegas mais experientes), cria e eterniza um hábito péssimo de pedir colaborações gratuitas. Fazer seu nome aparecer de graça não é bom nem para você nem para a profissão. Se você não save quanto cobrar, peça conselhos. Só não faça de graça. O jornalismo agora é a profissão de vocês. Seu ganha-pão).

4 – Ter uma lista de contatos. No jornalismo os contatos são tudo, seja para conseguir uma entrevista, seja para arranjar um emprego na área. O estudante tem que, desde os primeiros anos da faculdade, ir construindo a sua lista de contatos.

5 – Seja amigo dos professores. Esse conselho parece meio furado, mas na verdade é muito importante. Pense, os professores em sua maioria são profissionais que já atuaram ou atuam na área. Logo, eles tem muitos colegas em veículos de comunicação que de tempos em tempos precisam de estagiários ou coisas do tipo. Se você mostrar interesse nas aulas e dizer para o professor que quer atuar na área, é muito provável que ele lhe indique para trabalhar (ou estagiar) em um veículo de comunicação.

6 – Participe de palestras, workshops, congressos, e eventos de jornalismo em geral. Ali você poderá obter inúmeros contatos, além de aprender mais sobre jornalismo. Dicas de eventos sempre são dadas em nosso twitter e facebook.

7 – Crie um blog. É essencial que o estudante de jornalismo tenha um espaço para divulgar os seus textos. Além de escrever para outros veículos esporadicamente, é mais do que recomendável que o jovem jornalista tenha um blog pessoal, onde possa difundir as suas opiniões e críticas, sem receio dos editores.

8 – Utilize aplicativos que lhe auxiliem no seu trabalho de jornalista. Hoje em dia existem um grande número de Apps para jornalistas. Tradutores simultâneos, conversor de áudio, editor de textos, enfim, é só procurar e testar. Com certeza encontrará algum que sirva para você.

9 – Tenha contatos fora do mundo do jornalismo. É bom ter amigos jornalistas, mas na maior parte das vezes a sua fonte não fará parte dele, portanto é bom conhecer pessoas de outras áreas também. Veterinários, policiais, advogados, garis, todos tem a capacidade de se tornar uma fonte preciosa. Além disso, muitas vezes nas conversas com essas pessoas você pode encontrar uma bela história para ser narrada.

10 – Aprenda outra língua. O inglês é primordial e imprescindível para quem quer trilhar o caminho do jornalismo. Existem empresas que nem perguntam se o candidato fala inglês, eles já dizem: “Além do inglês e do português que língua você domina?”. A situação já está nesse pé, portanto invista pelo menos no seu inglês.

Dica extra

11 – Escreva para a Casa dos Focas. Aqui nós publicamos textos sobre o fazer jornalístico e oferecemos esse espaço para que os estudantes possam praticar e divulgar as suas matérias sobre o jornalismo. Caso tenha interesse envie um e-mail para o endereço [email protected], se identifique (nome, idade, cidade, faculdade, período que está cursando) e sugira um tema que quer escrever. Com certeza será sempre bem-vindo! 😉

Acompanhe as novidades do mundo do jornalismo através do twitter (@CasadosFocas), do Facebook (Casa dos Focas) e do Instagram (@CasadosFocas).

102 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia,

    Eu sou de Belo Horizonte, tenho 32 e tenho uma grande vontade de abrir uma Assessoria de Imprensa. Tenho experiência em rádio e já atuei em Assessorias de Comunicação em Repartições Públicas aqui na capital. Mas, tenho um detalhe, estou fora do mercado há uns dois anos e também estou com a faculdade trancada, pretendendo retornar em 2015. Com todas estas situações, eu estou com um pouco de receio em começar essa empreitada por causa da minha idade. O que preciso fazer?

    • Olá, Wilton! Tudo bem? Entendo o seu receio, realmente iniciar um empreendimento requer uma preparação, mas não desanime, às vezes as coisas são mais fáceis do que pensamos. O primeiro passo é iniciar, rs. Faça um plano, coloque no papel, pense no que irá precisar para executar esse plano e acima de tudo comece a colocar em prática de alguma forma. Normalmente o início é difícil, você demora um tempinho para ganhar nome e credibilidade, daí a necessidade de começar logo. Lhe aconselho a preparar tudo para iniciar o projeto em 2015. Contatos são primordiais, portanto lembre-se daqueles colegas que podem lhe ajudar na divulgação do seu novo projeto. Leia sobre o assunto, para se preparar melhor e se possível, converse com os seus professores. Tenha a certeza de que toda ajuda será bem-vinda! Espero ter lhe ajudado. Até mais! Emílio Coutinho

    • Olá, Alessandra!

      O ideal é você escrever sobre algo que você goste e encontrar aí um nicho específico, ou seja, encontrar o seu público. Por exemplo, se você gosta de cinema, pode escrever sobre os últimos lançamentos ou ainda sobre os clássicos. Enfim, como disse, recomendo escolher um tema de acordo com a sua preferência, ou sobre algum tema que domine. Qualquer dúvida é só chamar que estarei por aqui.

      Até mais!

      Emílio Coutinho

    • Olá, Betina! Tudo bem? O inglês realmente é uma língua cada vez mais exigida na área da comunicação. Existem inúmeros cursos gratuitos na internet (Duolingo é um deles, mas também tem o Livemocha). Veja qual você sente que tem melhor didática e faça. O importante no estudo de idiomas é manter uma cadência, rotina, e o Duolingo ajuda muito nesse ponto. Enfim, existem outros por aí também. Procure assistir filmes legendados, tentar entender as palavras ditas neles (faça o mesmo com músicas). Essas são algumas dicas. Quem sabe a gente não faz um post sobre esse assunto, rs. Até mais! Emílio Coutinho

  2. Queria saber quais as chances de um estagiário ser contratado em um orgão público. Tipo no meu caso e de outros que existem aqui! Já que não há possibilidade de pagar para uma mesma vaga,mesmo eu trabalhando duro!

    • Olá, Lúcio! Tudo bem? Eu acredito que sim, mas isso irá depender principalmente do seu desempenho. Não posso dar certeza, pois essas decisões podem mudar de empresa para empresa, ainda mais as públicas (federais, estaduais, regionais, etc). O ideal é você fazer uma discreta investigação para saber se a empresa onde você está já contratou algum estagiário no passado. Espero ter lhe ajudado. Até mais! Emílio Coutinho

  3. Que blog bacana! Não tenho dúvidas de que quero seguir esse ramo e com essas dicas me sinto mais preparado e confiante na escolha da minha profissão. Obrigado pela orientação!

  4. Olá, eu tenho 23 anos e estou no terceiro ano do curso de hotelaria na Universidade Anhembi Morumbi. O que eu sempre quis foi cursar jornalismo mas optei por hotelaria e hoje me arrependo muito. Gostaria que pudesse me dar uma “luz” rsrs Minha vontade é desistir da faculdade e entrar em jornalismo, porém tenho muito receio de desistir agora no final do curso (acaba em dezembro de 2016) e por já ser “velha” pra estar querendo começar agora uma nova formação … Se puder me dar sua opinião quanto a isso, agradeço.

    • Olá, Luana! Tudo bem? Sei bem o que sentes. Antes de cursar jornalismo eu tive que passar por outras faculdades (filosofia e teologia), mas não me sentia realizado ali. Resolvi cursar jornalismo aos 26 anos (bem mais velho que você rsrs) e hoje já estou no último ano. Não há idade para ser feliz e fazer o que a gente gosta. Me sinto realizado no jornalismo, mas não me arrependo do meu passado, pois uma coisa que aprendi é que tudo se torna bagagem no jornalismo, ou seja, outras formações e experiências fora do mundo jornalístico podem ser de grande valia na área, pois o jornalista é generalista, tem que conhecer superficialmente todas as coisas para saber ao menos onde procurar suas fontes. Entretanto, quando esse jornalista tem outra formação, é muito provável que ela o ajude ao longo de sua carreira, ou ajude algum colega de redação. Abandonar um curso quando já se fez metade dele é uma decisão difícil e que só pode ser tomada pelo próprio aluno. Entretanto, será que vale a pena você ficar mais dois anos em um ambiente que não te faz feliz e não te dá nenhum tipo de perspectiva? Enfim, digo isso com base no que você me escreveu. Acima de tudo procure a sua felicidade. Não procure uma profissão apenas pelo dinheiro (o jornalismo não é uma das profissões melhor remuneradas, como deve saber) mas pela satisfação que você terá em atuar ali. Não desista dos seus sonhos e não deixe que ninguém te tire as esperanças em realizá-los. Espero ter lhe ajudado em algo. Qualquer coisa estou por aqui ou no e-mail [email protected]. Até mais! Emílio Coutinho 😉

  5. Olá Emílio,
    Tenho 17 anos e, como você deve imaginar, enfrento o processo de escolha profissional.Sou muito nova, porém não me imagino em outro curso que não seja jornalismo. O que mais me motiva é o gosto que tenho pelas palavras, pela escrita, pela comunicação e interação com os fatos e indivíduos. A maiorias das pessoas que me questionam em relação à minha escolha, afirmam que o campo de trabalho e remuneração nessa área não são dos melhores o que acaba, de certa forma, tirando o meu estímulo. Gostaria que você esclarecesse se é, realmente, tão difícil a conquista de um espaço no ramo jornalístico nos dias atuais e se você vê como fato influenciador, para o curriculum,a graduação deste curso em uma universidade pública ou particular.
    Agradeço desde já!

  6. Olá, primeiramente, parabéns pelo blog!
    Tenho 20 anos, sou formado em gestão do turismo, e atuo na área. Apesar de ganhar razoavelmente bem, gostaria de investir na segunda graduação, e a graduação que realmente sempre tive aptidão. Quero muito cursar jornalismo, por “N” motivos, gosto de escrever, gosto de ler, amo notícias, esportes, política e etc. Gosto muito de história. Porém, tenho ouvido muitas pessoas falarem sobre o mercado, sobre a decadência. Gostaria de unir meu conhecimento na área de turismo, com o jornalismo. Me indicas algo? Desde já agradeço!

  7. Bom dia Emílio!
    Hoje me fizeram uma pergunta, quando o estagiário for assinar alguma matéria como devemos prosseguir? Exemplos: mantenho a matéria com o nome da editora e acrescento no texto como ‘colaboração de Júlia XXXX’ ou ‘Com Júlia XXXXX’?
    Se puder me ajudar eu agradeço!
    Abraço.. 🙂

  8. Bom dia Emilio
    Tudo bem?
    Ainda não conhecia seu blog e gostei muito dos seus artigos. Por força do destino me formei em Administração e logo em seguida ingressei em um Seminário católico, porém me desliguei em agosto da Instituição, e agora estou em processo de correr atrás de sonhos deixados para trás, rs. E um deles sempre foi cursar Jornalismo, porém tenho 24 anos e não sei se ainda é tempo para isso. Gostaria de um conselho teu, pois não seu nem por onde começar.
    Abraço
    At.
    Thiago Santos

    • Olá Thiago!

      Tudo bem? Sempre é tempo para correr atrás dos nossos sonhos. Não desista de realizar o seu desejo de ser jornalista. Também sou formado em outras áreas e só agora com 30 anos estou me formando em jornalismo. Siga sua intuição, vá em frente! Desistir jamais! Precisando de alguma ajuda é só avisar que faremos o que nos for possível. Até mais! 🙂

  9. Olá, bom dia, Emílio,
    Eu sou estudante de Comunicação, habilitação em Radio e Tv. Mas o meu sonho mesmo é me especializar na carreira jornalistica, no jornalismo correspondente pra ser mais especifica. Pelo fato de estar cursando Radialismo, não tenho muitas matérias específicas na área que quero seguir, por isso, gostaria de um conselho seu. Como estudo numa Federal, tenho a mobilidade de pagar matérias que não sejam do meu curso, então, quais disciplinas eu posso pagar durante o curso para me ajudar na especialização? Em algumas pesquisas eu vi que são recomendadas matérias do curso de geografia e história também, você concorda? E por onde eu devo começar para alcançar a tão almejada carreira?

    Agradeço desde já.
    abraço.

    • Olá, Kelen! Tudo bem? Bom, acredito que se deseja ser correspondente a primeira coisa é investir em cursos de idiomas: espanhol e inglês fluentes fazem muuuuuita diferença e são indispensáveis para quem escolhe essa área. Estudar geopolítica também é importante. Aconselho você a acompanhar o noticiário internacional para estar por dentro do que está acontecimento no mundo. Creio que esses pontos, unidos ao bom e velho networking lhe ajudarão a alcançar o seu objetivo. Espero ter ajudado. Até mais! Emílio Coutinho

  10. Olá! Tenho 19 anos, estou no 3º período de Comunicação Social, Habilitação Jornalismo. Confesso que o que me faz acompanhar aqui é a sua presença constante e a sua clareza. No ano de 2014 eu estava naquela dúvida sobre o que cursar, o que fazer, qual caminho traçar. Numa madrugada conversando com uma amiga, ela abriu minha mente falando que primeiro eu tinha que pesquisar, ou seja, eu teria que ter opções. Surgiu a Publicidade e Propaganda, mas sabe quando você não consegue se imaginar? E pensamos logo em Jornalismo. Fiquei dias pesquisando e me vi colocando na barrinha tradicional de pesquisa “coisas que todo fulano tem que saber”, “o que fazer para tal”, veio esse incrível site. Passou a ser a página favorita. E vi que não temos certeza até precisarmos das razões dessa dúvida existir. No ano seguinte, comecei a faculdade. Logo aquele choque que Jornalismo (áreas afins) é muito mais que gostar de ler e escrever, que ter um pensamento crítico ou o orgulho de querer mais do mundo e de si. Enfim, só queria agradecer por me proporcionar esse lar e por dividir o essencial. Hoje sei o que quero, mesmo sem a ajuda do tempo, parece que ele corre e a minha necessidade de fazer mil coisas só aumenta. Parabéns, adoro cada cantinho. ♥

  11. Olá, Emilio. Primeiramente, parabéns pela matéria.
    Agora, minha duvida. Sou profissional da área da saúde. Sou técnico de enfermagem a mais de dez anos e por trajetória natural, estou cursando a faculdade do mesmo segmento. Pois sou o responsável pelo ‘ganha-pão’ de minha família. Porem, meu grande desejo a anos é trabalhar na área do jornalismo. Sempre acompanho mateiras dos mais diversos assuntos e estudo idiomas por hobby. Mas o que a anos faz com que eu me impeça é o fato de ter hoje 34 anos e me considerar velho para iniciar nessa maravilhosa profissão. Não imagino empresas interessadas em estagiários com minha idade por exemplo. Enfim, gostaria de saber de alguém da área se isso acontece e se há espaço para iniciantes de quase meia idade. Desde já grato e mais uma vez parabéns pelo conteúdo.

  12. Poxa eu achei essas dicas muito importantes, pois vou fazer supletivo e terminar o ensino médio e quero fazer faculdade de jornalismo, muito legal é isso mesmo que eu quero pra mim, para minha carreira daqui para frente.

    Ana Paula Alves
    De: Piracicaba-SP

    • Olá, Ana!
      Que bom que gostou. Fico feliz em saber. Boa sorte nessa sua caminhada. Precisando de algum conselho é só chamar a gente.
      Até mais!
      Emílio Coutinho

    • Olá, Débora!
      Tudo bem?
      Em que sentido você diz “fazer jornalismo no exterior”? Seria como conseguir que uma empresa te contrate como correspondente?
      Até mais!
      Emílio Coutinho

  13. Olá Emilio, tudo bem? tenho 23 anos e sou apaixonada pelo mundo da comunicação , estou com a faculdade de jornalismo trancada ,cursei até o 4º, porém pretendo voltar no próximo semestre. Gostei muito das suas dicas, elas me motivaram ainda mais. Gostaria de saber a sua opinião sobre conseguir um emprego na área estando com a faculdade trancada, vc acha que tenho chance? Desde já, Obg. abraços

  14. Olá, Emilio. Tudo bem?
    Eu tenho 19 anos (até maio), concluí o ensino médio em 2014 e não ligava para prestar Enem (nunca fui um aluno dedicado).
    Eu fiquei praticamente o ano de 2015 todo em casa e foi aí que percebi que, se não corresse atrás dos estudos, eu não teria uma vida fácil. Resolvi fazer um curso técnico na área de TI, no qual comecei em setembro de 2015, mas percebi logo que, apesar de gostar de tecnologia, TI não é minha área. Mas não saí do curso.
    Eu assisto muito à séries, filmes e futebol, comecei a ler livros e com isso foi crescendo uma paixão pelo jornalismo. Procurei informações sobre o curso, assisti vídeos no youtube, li artigos, falei com jornalistas, um colega do curso é filho de jornalista, porém quase todas essas coisas me disseram que jornalismo não vale muita a pena, que é uma profissão complicada em questão financeira e até para ser contratado, e que vários jornalistas estão cursando outras coisas “correndo atrás do tempo perdido”. 🙁
    Gostaria de saber sua opinião sobre isso.
    Obrigado desde já!

  15. Olá Emilio … Estava lendo aqui suas dicas e os comentarios e gostei muito;eu quero muito ser jornalista pretendo começar a faculdade ano que vem se DEUS quiser,e suas dicas me ajudou muito 🙂

  16. emilio muito bom o texto e esclarecedor, estou cursando a faculdade de jornalismo e percebo cada vez mais que fiz a escolha certa. tenho uma sugestão quanto a outro tema a ser abordado: criação de textos jornalísticos.

  17. Olá Emilio. TUdo bom?
    Gostei muito do seu blog, ele me fez perder o medo de estudar Jornalismo, pois estou sendo um pouco “apedrejado” pela minha escolha, pois ouço direto que irei morrer de fome. Me der umas dicas.

  18. Ola. Boa noite! Sou ingressante na faculdade de jornalismo e estive procurando por bons conselhos como os seus. É sempre bom ter bond amigos,que podemos chamar ate de influências,não é mesmo?!! Estou ansioso por começar,e fazendo leituras e pesquisas,sobre tudo,penso que é realmente a área que quero seguir.

  19. Amei de mais, eu adoro jornalismo, pretendo cursa quando termina o ensino medio. Eu esta meio nervoso perante a escolha do meu caminho, mas depois de ver essas dicas e ver como é uma faculdade de jornalismo e como eu vi coisas e que me adapto bem, me deixou bem mais confortável . Eu sei que ainda é cedo pôis tenho 17 anos mas ja quero adiantar essa perde de escolha

    • Olá, Junior!
      Seja bem-vindo ao jornalismo! Se existe um ditado que diz que nunca é tarde, acredito que também não seja cedo demais para pensar no seu futuro profissional. Invista em você mesmo desde já através do conhecimento. Leia muuuuito, acredite, isso será fundamental para o seu futuro (isso em qualquer área que escolher trabalhar). Precisando de algo é só chamar. Até mais! Emílio Coutinho

  20. Olá, sou recém-formada em Jornalismo e, no atual momento, me vejo relativamente perdida. Realizei dois estágios: o primeiro em um portal online que tratava de entretenimento; o segundo em uma empresa pública na qual era concursada e por tal motivo, tive que obrigatoriamente deixá-lo após o término da faculdade. Desde então, não tenho encontrado oportunidade para recolocação no mercado de trabalho. Atualmente, estou realizando um curso sobre uma área específica do jornalismo que adoro: moda. Apesar de ter terminado minha graduação em julho recente, me sinto decepcionada perante à falta de oportunidades que o mercado de trabalho se encontra, e é neste instante em que me pergunto se realmente fiz a escolha certa de minha carreira. Estou perdida: devo começar já uma pós-graduação ou me empenho em cursos livres? Agradeço desde já!

  21. Oi!

    Tenho 19 anos, meio que estou com medo de ingressar no jornalismo. A minha escrita não é lá essas coisas, acho que é isso o meu maior problema pois consigo expressar corretamente o que tenho a informar. Você acha mesmo que eu posso atuar nesta área?
    P.S: Eu leio só que é romance mas gosto de investigar coisas na maioria das vezes pelo menos.
    Beijos espero que não me ache bobona.

    • Olá, Camila!
      Tudo bem?
      Não tenha medo. Aliás, você pode até ter medo, mas nunca se entregue a ele. Você é capaz de ser o que você quiser. Ninguém nasce pronto. Por isso existe escola, faculdade, para te preparar. O mais importante você já possui: o desejo de ser uma boa jornalista. O processo de escrita vai se aprimorando ao longo do tempo, e isso se dá principalmente através da leitura. Você não é bobona, rs. O jornalista é um ser curioso, perguntador, que não tem medo de dizer que não sabe, não conhece algo. Olha só como você tem perfil para ser jornalista rsrs. Acredite em você e no seu potencial. Tenho certeza de que você poderá se tornar uma ótima jornalista! Precisando de alguma ajuda, conselho, dica, é só chamar. Tamo junto! 😉

  22. Olá!
    Parabéns pelo blog.
    Você acha que uma pessoa de 35 anos é velha P entrar na faculdade de jornalismo? Sabendo do retorno financeiro da profissão. Obrigada

  23. Bom, o meu nome é Samira, tenho 14 anos, ano que vem irei cursar o 1 ano do Ensino Médio porém, com essa nova reforma de escolher o que você poderá fazer para a sua vida futura, fiquei bastante intrigada apesar de eu não saber qual curso eu me destacava.
    Agora a pouco fiz algumas pesquisas sobre o tal assunto, e acabei entrando nesse blog e observei que essas 10 dicas me ajudou bastante a pensar mais no assunto, já que eu não parava pra fazer isso.
    Sempre fui muito tímida com apresentação de trabalhos no colégio, mas francamente eu acho a carreira de Jornalismo um caminho muito digno é responsável de seguir e eu queria apenas seguir esse mesmo caminho…
    O que você (dono do blog) me sugeria, como profissional no assunto, para ter um bom começo desse curso?

  24. Olá, tenho 19 anos termino o 3° do encino médio no final de 2017, me interesso na área do jornalismo, mas tenho uma dúvida,preciso mesmo fazer uma faculdade para ser jornalismo ? não posso só fazer cursos?

    • Olá, Jesiane! Tudo bem? O diploma de jornalismo não é mais obrigatório para o exercício da profissão. No entanto, acreditamos que cursar uma faculdade de jornalismo, aliado a boas leituras e empenho, lhe ajudarão muito na sua carreira. Além disso, é possível que a obrigatoriedade do diploma volte. Precisando de mais conselhos estaremos por aqui. Até mais!

      Emílio Coutinho

  25. Olá Emilio, bom dia

    Vou iniciar no curso de Jornalismo no próximo mês, mas , confesso, que estou com dúvidas; sou formada em Pedagogia, amei o curso, por outro lado não quero ingressar na área. Atualmente trabalho na Comunicação de um Hospital, e , por esse motivo vou iniciar o curso de Jornalismo, porém penso no meu futuro. Pois, ouço em rádio e vejo tantos colegas de profissão ficando desempregados. Imagina a Rádio Globo de Belo Horizonte fechar, quantos perderam seus empregos. Pelo seu conhecimento, Emilio, você acredita que ainda é viável investir nesta profissão?

    Obrigada!

    • Bom dia, Jacqueline!

      Tudo bem? Bom, você já tem uma graduação, e isso é muito bom! O jornalismo assim como muitas outras profissões, está passando por um período de crise, isso é certo. Mas não podemos nunca deixar de seguir nossos sonhos e ideais. O jornalismo nunca irá desaparecer, exatamente porque a sociedade necessita dele. O que acontece atualmente é uma mudança de métodos, com o advento das novas tecnologias muita coisa foi facilitada e o papel do jornalista está em profunda transformação. Ele deixa de ser um simples produtor de notícias, para se tornar um legitimador delas. Ainda mais hoje em dia, com as redes sociais e as inúmeras informações divulgadas através das redes sociais. Se você realmente deseja fazer jornalismo, te incentivo a não abandonar esse seu sonho. Dificuldades você terá em qualquer profissão, o importante é você ser feliz no que faz. Eu acredito que investir no jornalismo é viável sim! Conte com o meu apoio! 😉

      Até mais!

      Emílio Coutinho

    • Olá, Suelly!

      Tudo bem? Fico muito feliz em saber que você gostou do nosso conteúdo! Sinta-se à vontade para sugerir outras pautas. 🙂

      Até mais!

      Emílio Coutinho

  26. Olá, Emilio! Tudo bem?
    Eu termino o ensino médio esse ano, com 19 anos. Eu tive o interesse de fazer jornalismo alguns dias atrás,acho interessante quem trabalha na área. Vale a pena fazer jornalismo?
    Pode me dar alguns conselhos para eu me sentir confiante e com mais esperança de que posso ser uma profissional futuramente?

  27. Eu queria uma ajuda,eu estou no ensino médio, no último ano, e antes eu queria muito cursar jornalismo, mas eu não escrevo tão bem assim e também sou muito desligada das coisas que acontecem no mundo, agora não sei se devo cursar jornalismo,e também sou muito tímida, então não quero aparecer na TV, por favor me ajude o que eu faço?

    • Olá, Bruna!

      Tudo bem? Esse período de escolha de curso sempre nos dá uma insegurança, afinal estamos escolhendo algo que provavelmente fará parte da nossa vida para sempre. Digo provavelmente, pois você pode mudar de profissão quando bem entender, mas é claro que normalmente quando escolhemos nossa profissão pensamos nela como o rumo que tomaremos em nossa vida e que nos guiará até o fim. Primeiro, fique tranquila. Lembre-se sempre disso: ninguém nasceu sabendo e se iremos prestar um curso, seja qual for, estamos cientes de que não sabemos o que precisamos e queremos aprender. Suas dúvidas são comuns e até certa medida fáceis de serem corrigidas. A escrita pode ser aprimorada com muita leitura (livros, revistas, jornais, etc). A atualização sobre o que acontece no mundo, que é algo que sempre muda, pode ser feita desde já da seguinte forma: assistindo diariamente o noticiário na TV, lendo jornais, seguindo os principais meios de comunicação através das redes sociais, ouvindo rádio, etc, etc. O jornalista nem sempre aparece na TV, existe os que ficam nas redações preparando matérias, ligando para fontes, etc. É claro que hoje em dia se pede que o jornalista seja polivalente, mas a prática irá lhe mostrar que as coisas não são tão difíceis assim quanto parecem. Enfim, espero ter te dado uma luz e ajudado em algo. Precisando é só chamar, por aqui ou pelo e-mail: [email protected]. Até mais! Emílio Coutinho

  28. Olá, Emílio.
    Sou Dana Serafim, caloura do curso de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina. Recentemente, dei início ao meu blog, onde publico temas polêmicos do cotidiano. Gostaria de saber se seria possível divulgar algum dos meus textos em seu site. Meu blog é danaserafim.blogspot.com.br
    Desde já, agradeço pela atenção!
    Dana.

  29. Muito bom, o texto. Metade do que esta aqui os meus professores sempre comentam em sala de aula. Eu acho muito interessante esse espaço onde nós estudantes, podemos aprender mais.

    • Olá, Jean! Fico feliz em saber que gostou das nossas dicas! Sinta-se em casa. Aqui é um espaço feito para os estudantes de jornalismo. 😉 Até mais! Emílio Coutinho

  30. Olá, Emilio! Parabéns pelo texto!
    Do ponto de vista de mercado de trabalho, vale Iniciar uma faculdade jornalismo aos 35 anos?

    Jornalismo sempre foi um sonho distante, por isso decidi buscar novos ares e fazer algo que nunca fiz.

    • Olá, Fábio!

      Tudo bem? Um conselho que eu normalmente dou é o seguinte: nunca deixe de seguir o seu coração e sempre acredite em você! Se é o seu sonho, corra atrás dele! Ainda dá tempo sim! O jornalismo, assim como a maioria das profissões que eu conheço, está passando por uma crise, reflexo da crise que assola o país, mas isso não pode nos desanimar. Experimente fazer o que você sempre quis! Pode ser que não seja como você idealizou, mas pelo menos terá tido a experiência de ter tentado. Espero ter te ajudado. Até mais! 😉

  31. Olá Emílio, adorei a forma como tu deu as dicas.
    Eu curso a primeira fase de jornalismo em Santa Catarina, mas mesmo dentro do curso eu ainda estou com muitas dúvidas. Sempre gostei muito de escrever, mas minha escrita é muito pessoal. Tenho medo de não conseguir realizar um trabalho mais profissional daqui pra frente. Decidi cursar jornalismo depois de conhecer o fotojornalismo, sendo nele a área que quero me aprofundar. Queria algumas dicas de quando tu teve certeza que o jornalismo era o certo pra ti, e se o fotojornalismo tem alguma influência na sua vida.
    Obrigada desde já!

    • Olá, Matheus! Tudo bem? Procure descobrir quais os jornais circulam na região onde você mora, vá atrás dos jornais mais locais, de bairro, etc. Peça para visitar a redação e faça a sua proposta. Arrisque. Boa sorte! 😉

    • Olá, Ana Paula!
      Tudo bem? Muito bom saber que essas dicas foram boas para você. =D
      Fique à vontade para sugerir novos assuntos para publicarmos aqui.
      Até mais!
      Emílio Coutinho
      Casa dos Focas

  32. Nobre Emilio Coutinho boa noite, eu gostaria de saber de você se é aconselhável eu com 45 anos de idade estudar jornalismo, tenho a intensão de atuar no mercado da comunicação, estou desempregado e penso em atuar em no ramo da comunicação ou a minha idade pode ser um empecilho mais adiante? espero seu feed back, grande abraço.

  33. Oi, Emilio
    Gostaria de saber quais cursos deveria fazer para complementar a área de jornalismo. Tenho 16 anos e estou pensando que seria perfeito para me ajudar antes de começar a faculdade.
    Até mais,
    R.A

    • Olá, Abrahão! Tudo bem? Recomendo sobretudo que aproveite para aprender ou aperfeiçoar um novo idioma, além do inglês. Muitos estudantes acabam perdendo boas vagas por não possuírem o nível de inglês solicitado (normalmente se pede inglês avançado). Um outro idioma também se torna um diferencial, seja espanhol ou outra língua. Também é muito aconselhável você aproveitar esse tempo de preparação fazendo leituras de todo o tipo e acompanhando o noticiário em diversos canais de comunicação (jornal impresso, rádio, televisão e internet). Isso tudo lhe dará uma boa bagagem intelectual e crítica para ser trabalhada posteriormente na faculdade. Até mais! Emílio Coutinho

    • Que bom que gostou, Amanda! Se tiver sugestões não deixe de enviar para nós.
      E sinta-se à vontade para enviar textos de sua autoria sobre a prática do jornalismo.
      Lembre-se que quem manda aqui são os focas! 😉

    • Olá, Juliano! Tudo bem? Ficamos felizes em saber que gostou das dicas publicadas aqui. Vá atrás dos seus sonhos e seja feliz! Conte conosco nesta caminhada e seja bem-vindo ao universo dos jornalistas! 😉

  34. Olá, sou Rafael. Gostaria de que você, se puder, desse dicas para quem quer trabalhar na televisão, principalmente como apresentador de telejornal e repórter. Também seria ótimo dar dicas para quem quer produzir bons telejornais no YouTube

  35. Olá, Emilio! Tudo bem? Parabéns pelo artigo. Muito bom mesmo.
    Estamos desenvolvendo um aplicativo agregador de notícias, o GetSimple, e estamos sentindo muito a necessidade de ter um parceiro (sócio mesmo) da área de jornalismo. Pretendemos que a próxima versão do app venha bem aprimorada, o que demanda mais ainda um profissional da área. Se você tiver alguma dica, indicação ou recomendação, ficaremos muito gratos. Nosso site é http://www.getsimple.com.br e nosso email é: [email protected]

    Grande abraço e, desde já, obrigado.

  36. Olá Emílio, tenho 21 anos e já estou estagiando como repórter, adorei suas dicas. Essa foi a primeira vez que vi seu blog e quero continuar acompanhando. Gostaria de pedir algumas dicas suas de expressão facial e imagem diante da câmera. Oque fazer para aprimorar?

  37. Olá boa noite, eu estou cursando o segundo período de jornalismo, e estou querendo saber qual curso devo fazer além do inglês pra mim aperfeiçoar mais na comunicação.

  38. Olá, Emilio, acabei de descobrir o Casa das Focas e gostei muito desse post. Vou para o meu segundo ano no curso de jornalismo na Universidade de Brasília e tenho vontade de fazer outra graduação que possa completar, no futuro, a minha carreira como jornalista. Na sua opinião, seria melhor um complemento ainda na área da comunicação, como Audiovisual, Publicidade, ou em outra como História, Letras?

    Desde já agradeço e vou acompanhar o site!

  39. Vou começar a minha faculdade de jornalismo agora, mas já queria fazer cursos para me aperfeiçoar. Assessoria de imprensa, jornalismo esportivo etc.
    Acha que já posso fazer os cursos no começo da faculdade ou deixar mais para frente, pois tenho medo de não valer os cursos lá na frente.

  40. Olá ,bom dia Emílio ! Adorei seu site e me ajudou muito. Estou cursando o segundo semestre de jornalismo,e já estou a procura de emprego (rsrs).A cada dia eu vou me preparando mais e estou apaixonada pelo jornalismo, .
    Sou muito boa em redação e acredito que tenho muito mais a aprender , .Meu objetivo é fazer um curso de inglês para aperfeiçoar a profissão.. obrigado pelas dicas..Tenho certeza que Deus está na direção dos meus sonhos!!!

  41. Olá, tenho 19 anos e estou iniciando a faculdade de Jornalismo esse mês. Gostei muito da dica sobre o blog pessoal e quero muito aderir, mas não sei sobre o que escrever. Eu escrevo bastante, mas nada que seja muito caracteristico da profissão ao meu ver. Comecei a escrever bem novinha na época em que as fanfics faziam sucesso, e depois comecei a escrever meus próprios textos (geralmente de caráter romântico) , poemas e até frases que aparecem de vez enquando. Você poderia me ajudar?

  42. Olá sou ysla e ainda estou no ensino fundamental mas meu sonho é ser uma jornalista,gostei muito de sua matéria e vou tentar seguir alguns passos.

  43. Olá, Emilio. Eu achei muito interessante o seu texto. Eu gostaria de pedir conselho.
    O que você me indicaria fazer para começar a correr atrás do meu sonho de ser jornalista? Tenho 19 anos e ainda estou no ensino médio, vou começar a fazer curso de inglês e estou mais focado do que nunca, só não sei por onde começar.

    • Olá, Roseli! Tudo bem? Não é obrigatório, mas é recomendável. No jornalismo, assim como em tantas profissões, o conhecimento de mais de um idioma é sempre bem-vindo e pode lhe dar destaque quando for concorrer por alguma vaga.

  44. Oi, Emílio! Tudo bem? Obrigada por publicar seu conhecimento na área. Admito que estava aflita na escolha da faculdade, mas me sinto mais tranquila ao ler essas dicas. Estou cursando o 2° ano do Ensino Médio, estava perdida no quesito “o que fazer depois da escola”. Não estou mais! Meu maior desafio, creio que será a especialidade em outra língua. Tenho uma dificuldade imensa ao aprender inglês, kkk. Mas farei de tudo para obter sucesso nessa minha escolha. Grata!

  45. Sou formada em jornalismo, porém não fiz um estágio sequer por conta do ritmo faculdade e trabalho. Hoje percebo que cometi um erro ao não estagiar.
    Alguma dica de cursos no DF para praticar o que não foi praticado?

  46. Oi bom dia,sou estudante de jornalismo estou no primeiro ano nesse ponto eu quero saber se eu já posso trabalhar na área de assessor de imprensa e fazer alguns estágio na TV e rádio,pois tenho experiência na função,eu posso levar o documento da faculdade porque estou com uma vaga de emprego em uma prefeitura,tenho a prática do trabalho posso levar o documento que estou cursando,me preparar logo para os estágio soube que hoje em dias, para atuar no jornalismo não precisar ter faculdade dizem que mudou,mais prefiro ter um curso superior.

Deixe um comentário para Camila Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui