InícioDebate FocaA carreira de um fotojornalista

A carreira de um fotojornalista

O que seria das notícias sem o fotojornalismo? Qual o seu papel? Para o fotógrafo Thiago Takeda (29), o fotojornalismo tem papel essencial e uma grande importância: “Eu vejo como a principal fonte de divulgação. Se não tiver imagem a pessoa vai criar uma cena na cabeça. É importante a foto na hora do acontecimento porque facilita o leitor saber o que realmente ocorreu”.

Formado em Publicidade e Propaganda pelas Faculdades Integradas Alcântara Machado, Thiago iniciou sua carreira no ano de 2006, por precisar de horas complementares. Conheceu uma empresa de eventos, a Foto Fun. Ele ainda não havia feito cursos e aprendeu tudo nessa empresa, na qual fazia: Foto social, book e fotos de casamento.

Takeda fez mais dois cursos complementares de fotografia e abriu uma empresa, a Margem Eventos, que faz eventos sociais.

Atualmente, ele trabalha na Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A). “É uma coisa nova trabalhar na Dersa, por não estar acostumado com o fotojornalismo.”, afirma Thiago.

Despertou o interesse por fotos antes mesmo de ingressar na faculdade. Pensou em fazer fotografia, mas optou pela publicidade por achar o mercado de trabalho mais amplo.

Ele destaca os pontos negativos da profissão, e afirma que estudar as teorias é a pior parte, por gostar mais da prática. Mas destaca também a parte positiva: “Estar sempre em contato com o público, conhecer gente nova, não tem rotina de escritório”.

Além disso, ele diz que atualmente com a facilidade em tirar fotos, o mercado de trabalho é prejudicado: “Hoje em dia devido à tecnologia e os recursos em tirar retratos, o fotojornalismo e a fotografia em geral são dificultados”. Ele afirma que vê em eventos, pessoas batendo foto com celular.

Thiago declara que é fundamental amar o fotojornalismo e ter persistência para ter uma carreira de sucesso: “Quando você gosta do que faz, a dedicação é maior. Não desanimar, tem momentos na fotografia que há o desânimo, há dúvida. Isso serve pra qualquer profissão”.

Foto e texto: Amanda Barboza

Leia também:

– Entrevista com o fotojornalista Wilton Junior – Vencedor do Prêmio Esso de Fotografia 2012

– Apu Gomes conta sua experiência no fotojornalismo

– Casa dos Focas entrevista Epitácio Pessoa, fotojornalista do Jornal “O Estado de São Paulo”


Perfil de Amanda Barboza

Amanda
Amanda Barboza (21) cursa o 4° semestre de jornalismo nas Faculdades Integradas Alcântara Machado (FIAM FAAM). Estagia na Sub Secretaria de Comunicação do Governo de São Paulo.

- Advertisement -
- Advertisement -
Siga-nos
17,671FãsCurtir
4,589SeguidoresSeguir
2,537SeguidoresSeguir
Leia também
- Advertisement -
Novidades
- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui