InícioBiblioteca FocaQuem noticiaria? 20 anos depois, livro reencontra envolvidos no Caso Escola Base

Quem noticiaria? 20 anos depois, livro reencontra envolvidos no Caso Escola Base

No ano de 1994 duas mães acusaram os donos da Escola Infantil Base de terem abusado sexualmente de seus filhos. A imprensa abraçou a leviana versão e, sem ouvir o outro lado, publicou o caso, que teve repercussão nacional. O resultado foi quase imediato: escola depredada e os donos, vítimas de torturas físicas e psicológicas, perderam todo o seu investimento, além de terem seus nomes, endereços e rostos divulgados nacionalmente – tudo isso antes de qualquer prova incriminadora.

As mães acusaram, a imprensa julgou e o público praticou a justiça com as próprias mãos. Alguns meses depois, o caso foi arquivado por falta de provas e os acusados, considerados inocentes. Mas o estrago estava feito.

Contudo, o que aconteceu depois? Onde estariam, e como, os protagonistas? Como lidam com o trauma nunca superado? O que eles fazem da vida, onde trabalham, casaram de novo? Foram devidamente indenizados? Com o objetivo de descobrir as respostas destas e de outras perguntas o jornalista Emílio Coutinho foi atrás de cada um dos envolvidos no Caso da Escola Base.

Após meses de pesquisa, investigação e entrevistas, obteve informações a duras penas, com chás de cadeira e até conversas através de um portão fechado na casa de um dos personagens, no interior de São Paulo.

O resultado é um livro-reportagem de caráter humanitário que resgata memórias que protagonistas, antagonistas e até personagens secundários prefeririam esquecer. Publicado pela Editora Casa Flutuante, “Escola Base: Onde e como estão os protagonistas do maior crime da imprensa brasileira” tem prefácio do jornalista Heródoto Barbeiro, âncora do Jornal da Record News e editor do Blog no R7. A obra pode ser adquirida através do e-mail: [email protected]

Caso Escola Base Capa livro

Ficha Técnica
Título: Escola Base: Onde e como estão os protagonistas do maior crime da imprensa brasileira
Autor: Emílio Coutinho
Acabamento: Brochura
Formato: 14 cm x 21 cm
Páginas: 136

Por Emílio Portugal Coutinho

- Advertisement -
Emílio Coutinho
O jornalista e professor Emílio Coutinho criou a Casa dos Focas com o objetivo de ser um espaço para debate e divulgação de novidades no jornalismo.
- Advertisement -
Siga-nos
17,516FãsCurtir
8,137SeguidoresSeguir
2,588SeguidoresSeguir
Leia também
- Advertisement -
Novidades
- Advertisement -

6 COMENTÁRIOS

  1. Sabemos que nossa principal fonte de informação e conhecimento é através da imprensa. Sendo assim, toda e qualquer notícia reflete diretamente sobre os indivíduos na sociedade. Esse fato marcou a imprensa brasileira, e nos faz refletir quanto aos princípios éticos do jornalismo,e o papel da mídia no contexto social. Quero muito ler esse livro. Parabéns!!!

    • Olá, Fernanda! Tudo bem? Exatamente, isso. Tudo o que é publicado na imprensa tem consequências na sociedade, sejam elas boas ou ruins. O acontecido ainda é uma grande lição para a imprensa em geral. O propósito do livro é contribuir com essa reflexão sobre a ética na imprensa. Aproveite para encomendar o seu exemplar através do email: [email protected]. Até mais! Emílio Coutinho

  2. Parabéns Emílio! O caso Escola Base nos mostra que como comunicadores devemos tomar muito cuidado na forma que divulgamos as notícias, pois nosso objetivo não é divulga- la de forma sensacionalista para chamar a atenção do público (como a imprensa fez nesta época), mas informar as pessoas de maneira ética, para que elas recebam conhecimentos e saibam refletir.
    Obs. Em breve vou adquirir o meu livro e quero autografado rs
    abraços 🙂

    • Olá, Cássia! Tudo bem? É um caso que devemos sempre refletir. Infelizmente o que ocorreu naquela época continua se repetindo em nossos dias. Mas não podemos perder as esperanças com o jornalismo, pelo contrário devemos fazer a nossa parte pensando sempre nas consequências de cada notícia publicada. Sobre o seu exemplar, é só fazer o pedido através do e-mail [email protected]. Em abril ocorrerá o lançamento oficial aqui em São Paulo, mas ele já está em pré-venda. Até mais! Emílio Coutinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui