InícioCine FocaTodos os Homens do Presidente - O caso Watergate

Todos os Homens do Presidente – O caso Watergate

Uma invasão ao edifício Watergate, do Partido Democrata, por cinco, aparentemente, ladrões deu início a uma das maiores e principais investigações do jornalismo mundial. Na época, os Estados Unidos começou de uma maneira pequena e particular as publicações sobre o caso, afinal uma invasão de cinco homens ao local merecia somente as páginas policiais. No entanto, com certo tempo, o caso passou a uma proporção jamais imaginada.

Aconteceu de fato uma ampla espionagem política do Partido Republicano, do então presidente Nixon, as instalações dos Democratas. Tudo o que houve em relação a Watergate veio à tona com a detenção dos cinco invasores. Foi constatado que eram ligados à CIA e ao FBI, havia suspeitas de que, inclusive, o presidente Nixon estaria ligado.

Surgiram então dois importantes responsáveis para resolução do caso: Bob Woodward e Carl Bernstein, ambos do The Washington Post. Estes dois repórteres investigativos possuíam perfis diferentes. Bob, novo e idealista e Carl antigo e desleixado, porém ambos eram bons no que faziam.

Os dois fizeram uma busca incessante e objetiva pelas fontes e suspeitos que pareciam ligados ao caso. As primeiras ligações forneceram poucos resultados ao novato Bob. Tempo depois, após muitas ligações, entrevistas no escuro de estacionamentos e correria surgiram fontes importantes um homem chamado por Bob e Carl por Garganta Profunda, e a bibliotecária da reeleição Judy, ambas fontes forneceram dados importantes sobre o caso.

Porém, eram necessárias outras confirmações para que então o editor Bradlee publicasse a história nas páginas do Post. Bob procurou uma pessoa das inúmeras que tinham sido anotadas em uma folha e disse que contaria até dez, caso nesse tempo a fonte continuasse na linha e nada dissesse. Isso significaria que Haldeman (o presidente-chefe da equipe e o segundo mais importante homem de Washington) também estaria ligado ao caso e assim a fonte seria isenta de um possível processo judicial. A fonte permaneceu na linha e nada disse, então os jornalistas correram para Bradlee que lhes deu permissão para a publicação da história.

Conclusão do Caso Watergate

O fim da saga em busca da verdade neste caso se deu em abril de 1973, assim a Casa Branca foi considerada suspeita de acobertar a ação. Três assessores do presidente Nixon se demitiram e a justiça determinou que Nixon apresentasse fitas com gravações de conversas com seus colaboradores em 1971.

O Congresso declarou-se disposto a apoiar uma moção (ou seja, uma apresentação de um assunto para ser discutido em assembleia) de censura contra Nixon, que tinha poucas possibilidades de vencer. Esperava-se que o Senado o declarasse culpado de ter impedido a aplicação da lei e de usar indevidamente seu cargo. Mas Nixon decidiu adiantar-se à moção de censura e, em 8 de agosto de 1974, anunciou sua própria demissão. Gerald Ford, que o substituiu, concedeu-lhe uma anistia e evitou que Nixon fosse processado.

Nixon não viveu mais na Casa Branca após 9 de agosto de 1974.

O jornalismo e o filme

Por muitos motivos que encontrei no filme a narrativa mostra-se muito atual e necessariamente deve ser estudada e assistida por alunos de Jornalismo, ou mesmo lida, pois o roteiro do filme foi baseado no livro Todos os Homens do Presidente.

Bob e Carl foram buscar até os mínimos detalhes do caso, poucos sabiam sobre o mesmo, e estes se mantinham calados. Os dois além de executar perfeitamente o papel de jornalista quanto investigador e informante para a população, também foram mantenedores da ordem pública nos Estados Unidos. Infelizmente hoje em dia, com a remodelação de releases por muitos meios de comunicação, é difícil encontrar jornalistas que realmente se dediquem desta forma à sua profissão. O jeito é tomarmos o exemplo destes dois grandes jornalistas e praticarmos um jornalismo sério, ético e verdadeiro.

Por Cesar Gouveia.

Leia também:

– Um ator comunicador

– Sugestão de leitura: Honra teu pai, de Gay Talese

– A Montanha dos Sete Abutres

Perfil de Cesar Gouveia


Cesar Gouveia

Cesar Gouveia, 23 anos, estudante de jornalismo (5º semestre) na FAPCOM, estagiário em comunicação na FUNSAI (Fundação Nossa Senhora Auxiliadora do Ipiranga), apresentador e repórter do programa Comunidade Conectados na Rádio Web Conectados. Apaixonado por jornalismo e por transmissões de futebol. Assim como Gabriel Garcia Marquez diz, tudo é questão de despertar sua alma, acredito eu que, inclusive, escrever.

- Advertisement -
- Advertisement -
Siga-nos
17,611FãsCurtir
5,911SeguidoresSeguir
2,557SeguidoresSeguir
Leia também
- Advertisement -
Novidades
- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui