InícioTutoriaisComo é formada uma Redação de TV

Como é formada uma Redação de TV

Em alguns telejornais é possível ver jornalistas trabalhando em mesas ao fundo do cenário dos apresentadores. É a chamada newsroom – redação de TV.

Apesar de fazerem parte do cenário do telejornal, os computadores e aparelhos de telefone que aparecem não são apenas cenográficos; tudo funciona de verdade! E as pessoas nesse espaço não são figurantes, mas jornalistas de verdade trabalhando normalmente!

O organograma de funções de uma redação de TV obedece uma hierarquia, como em qualquer empresa.

Veja como normalmente é organizada a redação de uma grande emissora:

Diretor de jornalismo: maior cargo do setor jornalistico em uma TV. Jornalista responsável pela linha editorial e, consequentemente, pelas opiniões e condutas jornalísticas difundidas nos telejornais. Subordinado aos donos da emissora;

Gerente de jornalismo: jornalista responsável pelo funcionamento de uma ou mais redações – como no caso de redes (emissoras filiadas). Participa de reuniões decisivas sobre a condução do trabalho jornalístico, contratação e criação de novos programas. Subordinado ao diretor de jornalismo;

Chefe de redação: jornalista responsável pelo funcionamento prático da redação, recrutamento de novos jornalistas, demissões, escalas de trabalho, remanejamentos, promoções, tudo com a ajuda do Departamento de Recursos Humanos e Financeiro da emissora. Subordinado ao gerente de jornalismo. Todos os cargos abaixo são subordinados diretamente ao chefe de redação, independente dos chefes intermediários;

Editor-chefe: jornalista responsável pelo conteúdo de cada edição do telejornal. Ele determina o os temas que serão abordados, de acordo com a linha editorial. Escolhe as matérias em vão entrar e suas posições no “espelho” (roteiro do telejornal). Subordinado ao chefe de redação;

Newsroom da CNN
Newsroom da CNN

Redator: jornalista responsável por fazer os textos do telejornal. Subordinado ao editor-chefe;

Editor-executivo: jornalista que coordena e supervisiona os trabalhos da equipe técnica/operacional de um telejornal, direto no switch (sala de controle operacional). Ajuda o editor-chefe na elaboração do “espelho” e execução deste roteiro durante o programa. Subordinado ao editor-chefe;

Chefe de reportagem: jornalista responsável por supervisionar as equipes de produção das reportagens (pauteiros, produtores, repórteres). Ele checa o trabalho dos na redação e na rua, além de auxiliar em problemas corriqueiros. Subordinado ao editor-chefe;

Pauteiros: jornalistas que produzem as pautas definidas em reunião. Reúne assuntos referentes aos temas aprovados (ou determinados pelo editor-chefe) para que o repórter execute o trabalho externo (captação de imagens, entrevistas). Subordinados aos chefes de reportagem;

Produtor: jornalistas que auxiliam na produção das pautas e/ou reportagens na rua, como marcação e captação de entrevistas, levantamento de fontes e informações. Subordinado ao chefe de reportagem;

Editor de texto: jornalista que revisa ou produz textos do telejornal ou reportagens. Subordinado ao editor-chefe;

Editor de imagem: jornalista que acompanha as edições (montagens) das matérias que chegam das externas. Trabalha em parceria com o operador de VT – profissional da área técnica (não-jornalista) que opera os equipamentos de edição (vídeo-tapes, mesas de som, softwares de edição de vídeo). Subordinado ao editor-chefe (obs.: em muitas emissoras, o editor de texto acumula a função de editor de imagem);

Newsroom da BBC
Newsroom da BBC

Rádio-Escuta: jornalista ou estudante de jornalismo (estagiário) responsável por monitorar outros veículos noticiosos e ligar para fontes em busca de novas notícias. Subordinado ao chefe de reportagem.

Repórter: jornalista responsável por fazer a reportagem na rua (entrevistar pessoas, gravar passagem e off). Faz parte de uma equipe que conta com motorista, auxiliar de cinegrafista e cinegrafista (dependendo da necessidade, o produtor também pode acompanhar o repórter para auxiliá-lo no trabalho externo). Subordinado ao chefe de reportagem.

Repórter-cinematográfico: jornalista responsável pelas imagens da reportagem de TV, popularmente conhecido como cinegrafista. Os cinegrafistas que não são jornalistas (formados ou sem Mtb – registro profissional de jornalista) pertencem ao sindicato dos radialistas, são da área operacional da emissora e são denominados como operadores de câmera. Subordinados ao repórter.

Estagiários: estudantes de jornalismo em treinamento. Normalmente auxiliam os demais profissionais de uma redação de TV, além de buscarem fitas no arquivo, a pauta na impressora, os convidados para participarem do telejornal. Uma ótima oportunidade para os primeiros contatos com o meio. Subordinados ao editor chefe, chefe de reportagem, editores, pauteiros e produtores.

Por Thiago Moraes.

Leia também:

–  Mini-Glossário do telejornalismo

O que fazem os apresentadores entre uma matéria e outra?

Ponto eletrônico de ouvido: a “voz da consciência”

Perfil de Thiago Moraes

Thiago Moraes

Repórter e apresentador de telejornais, Thiago Moraes (31) trabalha com jornalismo televisivo desde 1996, quando iniciou na área técnica (atrás das câmeras). Formou-se em jornalismo pelo UNIFAE, em 2005, na cidade natal (São João da Boa Vista-SP). Pós-graduado em Linguagens Midiáticas e pós-graduando em Jornalismo Econômico pela PUC-SP. Thiago Moraes é autor de mais de 3 mil reportagens televisivas.

- Advertisement -
- Advertisement -
Siga-nos
17,671FãsCurtir
4,589SeguidoresSeguir
2,537SeguidoresSeguir
Leia também
- Advertisement -
Novidades
- Advertisement -

9 COMENTÁRIOS

  1. Minha pergunta vai para o Thiago Moraes.
    Você pode citar em qual emissora trabalha apresentando o telejornal? E o que você tem a dizer sobre aspirantes à Jornalista? Sabemos que o mercado está saturado de profissionais dessa área. Porém eu (jovem 16 anos) tenho o sonho desde aos 7 de ser jornalista, simulando apresentações de telejornais em casa e entrevistando familiares tenho a carreira como determinação mesmo sabendo que há muitos obstáculos pela frente.!

    • Olá Júnior. Obrigado pelo contato. Atualmente estou como apresentador do Jornal do Amazonas na Rede Amazônica, afiliada a Rede Globo. O mercado pode até estar saturado de pessoas, profissionais e aventureiros, mas verdadeiros talentos são raros. Quem se destaca consegue um posto melhor na carreira. Para atingir esse patamar sugiro aos futuros jornalistas muito empenho nos estudos, muita prática – como estágios ou trabalhos voluntários em assessorias de entidades filantrópicas, por exemplo – e muita leitura sobre jornalismo e técnicas de reportagem e apresentação. Uma boa ajuda também é selecionar um jornalista famoso, de sua preferência, que há tempo trabalha no jornalismo e “estudá-lo”. Procure ler a biografia dele – como ele começou, por quais redações passou, os desafios que enfrentou e todo o percurso profissional até chegar onde está. Além disso, analise as notícias nacionais e locais, da sua cidade mesmo, com olhar crítico. Procure ler diferentes jornais e ver diferentes telejornais. Conhecer um pouco de política e economia ajuda a entender muita coisa (nessas áreas faltam jornalistas especializados). Leia colunistas que falam sobre jornalismo como os do Observatório da Imprensa. Abraço e boa sorte. Thiago Moraes

  2. Olá, gostaria de elogiar o apresentador Thiago Moraes pelo seu Ótimo trabalho como apresentador. Gostaria de dizer também que é uns dos apresentadores mais Bonitos, Abraços..

  3. Thiago, aqui é Pàulo José Cyunha, ex-JB, Tv Globo e Tv Câmara, agora professor de Telejornalismo na UnB. Estou escrevendo um livro baseado em histórias reais e gostaria que entrasse em contato comigo, para trocarmos umas ideias. Meu e-mail é:

    [email protected].

    Abraços e obrigado desde logo.

Deixe um comentário para Junior Lima Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui