InícioEventosCongresso da Abraji debate sobre a prática do jornalismo investigativo

Congresso da Abraji debate sobre a prática do jornalismo investigativo

Jornalismo Investigativo

O jornalismo investigativo é considerado uma das áreas mais apaixonantes e atraentes dentre as várias editorias que constituem o quarto poder. É difícil encontrar um foca que nunca tenha sonhado em descobrir um furo de reportagem, tendo sua matéria publicada na capa de um grande jornal. Entretanto, a realidade não é tão simples assim. O governo e as grandes empresas estão cada vez mais preparados para driblar esse tipo de jornalismo, inclusive usando os meios ilícitos, tais como a violência e a censura.

Com o objetivo de proteger e auxiliar os que se propõem a seguir o rumo do jornalismo investigativo, foi criada a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), que tem por objetivos ajudar a melhorar a qualidade do jornalismo no Brasil, defender a liberdade de expressão e o direito de acesso a informações.

Proteção e educação para jornalistas e estudantes

Em entrevista exclusiva para a Casa dos Focas, a gerente-executiva da Abraji, Marina Iemini Atoji, explicou que a organização “não possui interesses político-partidários e que não recebe dinheiro de governos”.

“Através de cursos on-line e presenciais, de eventos regionais e principalmente, do Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, que é realizado desde 2005, procura-se atuar “principalmente na formação e atualização de profissionais e estudantes de jornalismo, buscando promover a troca de experiências e conhecimento entre eles”, disse.

Além do incentivo educacional, a Abraji exerce o papel de protetora, dedicando-se “também à segurança de jornalistas, oferecendo diretrizes e treinamentos para proteção durante o exercício da profissão” e realizando o monitoramento de casos de violência contra profissionais de imprensa, dando-lhes visibilidade e pressionando por providências.

Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo

Neste ano de 2015, a Abraji chega à 10ª edição do Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo. O evento é uma ótima oportunidade para aprender mais sobre a área, além de ser uma ocasião para ter contato direto com nomes de referência no jornalismo. A edição deste ano já tem alguns nomes confirmados, dentre eles Eliane Brum e Juca Kfouri.

Além disso, serão oferecidos aos participantes do Congresso oficinas práticas de jornalismo de dados e de investigação de gastos públicos, além de debates sobre iniciativas de jornalismo independente (como a Agência Pública, a Ponte e o JOTA), esporte, cobertura da Operação Lava Jato e regulação da mídia.

Segundo Marina Atoji, “o objetivo de todos os Congressos é materializar a troca de experiências e ideias” e para os estudantes “queremos oferecer um espaço para que complementem sua formação e já estabeleçam contato com quem está no mercado, vejam o que está sendo feito nas redações (ou fora delas) e o que os aguarda”.

Os que já participaram de outras edições do evento dizem que o Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo promovido pela Abraji é um verdadeiro “intensivão de jornalismo”.

Como participar do Congresso

Com data marcada para os dias 02, 03 e 04 de julho, o Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo será realizado na cidade de São Paulo, sendo aberto aos estudantes e jornalistas mediante a uma inscrição on-line e o pagamento da taxa. Os estudantes de jornalismo associados a Abraji recebem desconto de 30% na taxa de inscrição.

Benefícios de ser associado da Abraji

Além do desconto na inscrição para o Congresso e a gratuidade em outros eventos organizados pela Abraji, os estudantes de jornalismo e jornalistas formados que se associam a esta instituição, tem preferência no preenchimento de vagas dos cursos por ela promovidos.

Mas os benefícios não param por aí. Talvez o principal seja o acesso a um grupo de e-mails exclusivo para a troca de contatos e ideias com alguns dos melhores repórteres e editores do país. Nesses e-mails, o associado recebe também diariamente dicas de bons trabalhos e questões do jornalismo atual ao redor do mundo, assim como eventos e bolsas.

Para saber como se associar clique aqui.

Por Emílio Portugal Coutinho.

- Advertisement -
Emílio Coutinho
O jornalista e professor Emílio Coutinho criou a Casa dos Focas com o objetivo de ser um espaço para debate e divulgação de novidades no jornalismo.
- Advertisement -
Siga-nos
17,671FãsCurtir
4,589SeguidoresSeguir
2,537SeguidoresSeguir
Leia também
- Advertisement -
Novidades
- Advertisement -

3 COMENTÁRIOS

    • Olá, Nathalia! Tudo bem? O valor da taxa está discriminado no site da Abraji: http://www.abraji.org.br/?id=90&id_noticia=2947. Dê uma visitada lá para ver as condições de pagamento. Para não lhe deixar na mão adianto aqui os valores:
      Profissional associado à Abraji – R$ 300
      Profissional não associado à Abraji – R$ 490
      Estudante associado à Abraji – R$ 215
      Estudante não associado à Abraji – R$ 310
      Até mais!
      Emílio Coutinho

Deixe um comentário para Emilio Coutinho Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui