InícioBiblioteca FocaLivro ensina maneira prática de escrever um texto jornalístico em português bem...

Livro ensina maneira prática de escrever um texto jornalístico em português bem claro

Visando auxiliar os estudantes de jornalismo na produção de textos claros, concisos e substanciosos em informações, os professores Ana Tereza Pinto de Oliveira e Edgard de Oliveira Barros, do UniFIAMFAAM (Centro Universitário das Faculdades Integradas Alcântara Machado) lançaram no ano de 2010 o livro Quem? Quando? Como? Onde? O quê? Por quê? Maneira prática de escrever um texto jornalístico em português bem claro.

“Eu e a professora Ana Tereza entendiamos que já era hora de lançarmos esse trabalho por passarmos muitos anos dando aulas em conjunto, trabalhando essas disciplinas com vários alunos. Essas aulas rendiam muito pois aliavam a parte prática do jornalismo com os conhecimentos profundos de Português que a professora Ana Tereza passava”, conta Edgard.

Jornalista de muitos anos de prática, Edgard Barros não se cansa de lembrar a máxima do jornalismo: “as más noticias é que são as boas noticias, pois elas instigam, provocam, criam polêmicas, mudam o rumo das coisas, às vezes mudam o mundo”.

Ilustração contida no livro
Ilustração contida no livro

A obra é dividida em duas partes. Na primeira, “Isto vai dar manchete…”, o professor Edgar Barros ensina como escrever um texto jornalístico. O profissional, que sempre trabalhou na área da comunicação social trata, com maestria e exemplos atraentes, de todo o processo da notícia, desde a seleção de pautas até a sua publicação.

O autor ensina o beabá do Jornalismo, apresentando não só técnicas, mas sobretudo preparando o profissional para essa atividade fundamental numa sociedade livre e igualitária. Para isso, enfatiza a necessidade de pensar, de ruminar, de ser curioso e de informar-se.

Ainda na primeira parte do livro, são apresentados alguns erros que se tornaram célebres, caso da história de como o Corinthians virou “Timão”, contada com exclusividade na publicação. “O jornalista é aquele que sabe de tudo, mas não entende de nada”, afirma.

Já na segunda parte, a professora Ana Tereza Pinto de Oliveira, mestre em Língua Portuguesa pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), usa a seção “Em português bem claro!” para fornecer material de apoio para que o Jornalista possa revisar adequadamente seu texto. A docente defende que o poder jornalístico de produzir linguagem tem que contribuir com o bem do público.

Embora destinado a Jornalistas, Quem? Quando? Como? Onde? O quê? Por quê? é útil também para quem quer reciclar seus conhecimentos linguísticos e saber como o Jornalista constrói seu texto.

O livro da editora Plêiade, que tem 312 páginas e custa R$ 30, pode ser adquirido através do e-mail [email protected]

Snap 2013-05-31 at 11.07.07

Sumário do livro:

– O ato, o fato, a política, a sociedade, a comunidade e seus agentes;

– O jornalista e suas histórias;

– As empresas de comunicação;

– Da pauta – é aqui começa tudo;

– As fontes que entendem tudo aquilo que nós simplesmente sabemos;

– O texto, a hora e vez do sangue, suor e lágrimas;

– A comunicação humana;

– Modalidades e variações linguísticas;

– Conceituação de texto;

– Qualidades do texto;

– Defeitos do texto;

– Gêneros textuais;

– Tipos textuais;

–  Apoio funcional.

Leia também: Princípios de um bom jornalismo

Por Emílio Portugal Coutinho

- Advertisement -
Emílio Coutinho
O jornalista e professor Emílio Coutinho criou a Casa dos Focas com o objetivo de ser um espaço para debate e divulgação de novidades no jornalismo.
- Advertisement -
Siga-nos
17,671FãsCurtir
4,589SeguidoresSeguir
2,537SeguidoresSeguir
Leia também
- Advertisement -
Novidades
- Advertisement -

13 COMENTÁRIOS

  1. Adorei a matéria! A proposta do livro me deixou ALUCINADA para lê-lo o mais rápido possível e ter mais esse panorama do âmbito jornalístico.
    Bom trabalho! Até o próximo texto! 🙂

  2. Muito obrigada, me ajudou bastante!
    Mas eu queria tirar uma dúvida, não sou formada, mas estou fazendo um curso online sobre jornalismo, posso criar um blog mesmo assim?

    • Olá, Andreza!
      Tudo bem?
      Você pode criar um blog em qualquer momento da sua vida. Não é necessário ter diploma para isso. O importante é ter conteúdo de qualidade e publicar periodicamente. =D
      Se precisar de ajuda é só chamar.
      Até mais!
      Emílio Coutinho

  3. Olá gostei muito por me ajudarem entender o jornalismo, eu estou para começar a fazer um curso de jornalismo numa instituição, mas gostaria de fazer um outro online para aprender mais. O que devo fazer?

    • Olá, Carla! Tudo bem?
      Matéria em jornalismo é o resultado de uma apuração feita pelo jornalista e que se torna um artigo, uma reportagem, uma notícia ou mesmo uma entrevista.
      Até mais!
      Emílio Coutinho

  4. Como um jornalista que quer pegar prática com a escrita pode começar escrevendo? Seria interessante que pegasse uma matéria já pronta e transcrevesse de outra forma ou começasse escrevendo suas próprias pautas?

    • Olá, Tahyanne! Tudo bem? Eu acredito que seja um exercício válido. É até interessante desconstruir uma matéria para saber como ela foi produzida. Recomendo também ler e ouvir notícias de forma crítica, pensando no que ela poderia melhorar, e inclusive encontrando lacunas e tentando preenchê-las. Enfim, tudo é válido. O conselho de ouro é praticar e ler muuuuito. Até mais! Emílio Coutinho/Casa dos Focas

Deixe um comentário para tony Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui