Negritude no Jornalismo é tema de mesa-redonda online

Esta iniciativa tem como objetivo promover uma reflexão sobre representatividade e representação das pessoas negras no jornalismo.

0
105
Foto: Reprodução.

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, junto da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-SP), realizará às 19h30 desta quarta-feira, 24, uma mesa-redonda online intitulada “Negritude no Jornalismo − 20 anos de histórias contadas e não contadas”.

Representatividade e representação das pessoas negras no jornalismo

O objetivo desta iniciativa, que também marca o aniversário de 20 anos de criação da Cojira-SP, é promover uma reflexão sobre representatividade e representação das pessoas negras no jornalismo.

Participantes da mesa-redonda

A mesa-redonda contará com a participação de: Claudia Nonato, mestre e doutora pela ECA/USP e pesquisadora do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho; Flávio Carrança, integrante da Cojira-SP e coautor de ‘Espelho Infiel: o negro no jornalismo brasileiro’; Thais Folego, diretora de operações e tecnologia da revista AzMina, membro da Cojira-SP e militante do movimento de mulheres negras de São Paulo; e Oswaldo Faustino, escritor, com 12 livros publicados, militante negro desde os anos 1970 e cofundador da Cojira-SP.

Avaliação sobre os negros presentes e ausentes nas redações e nas manchetes

A partir de experiências pessoais, estudos acadêmicos e vivências militantes, os participantes farão uma avaliação, sobre como negras e negros estão presentes e ausentes nas redações e nas manchetes do jornalismo brasileiro. O evento é gratuito e será transmitido através do canal no YouTube do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo e de seu perfil no Facebook.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui