InícioFocabulárioO que faz um assessor de imprensa?

O que faz um assessor de imprensa?

- Advertisement -spot_img

Assessor de imprensa

Ouvimos muito falar sobre assessoria de imprensa, suas trajetórias e remuneração. Por vezes até se diz: “Se você quer ganhar dinheiro no jornalismo, seja um assessor”. Mas afinal, o que faz um assessor de imprensa?

Assessor de imprensa é aquele profissional que é contratado para vincular determinadas notícias para todos (pessoa física ou jurídica) que procuram construir um vínculo de aproximação com a mídia e o público–alvo.

Vivemos na era da informação e a imprensa, em todas as suas formas (tv, rádio, jornal, revista, internet) é responsável por divulgar tais informações. As empresas que melhor comunicarem suas ideias, fatos, produtos ou imagens corporativas, têm mais destaque entre outros concorrentes no mercado competitivo.

A informação que é passada através de um veículo de comunicação, em forma de reportagem, tem uma penetração diferenciada, comparada a publicidade. Pelo texto jornalístico, o público recebe a informação como algo inquestionável, na maioria das vezes. Por esse motivo, o assessor deve fazer com que a imprensa tenha interesse no produto, ou notícia do assessorado adequando as necessidades da mídia e então elabora a estratégia de comunicação juntamente com o marketing.

O assessor deve divulgar os eventos, fatos e notícias. Antecipar as especulações da mídia, assim como comunicar para os funcionários, fatos e notícias de interesse. Eles trabalham para empresas que queiram melhorar sua imagem e penetração no mercado e para empresas que se preocupam com a produtividade, qualidade e bem estar dos funcionários. A empresa também pode ser uma pessoa.

Dentre os principais objetivos do assessor estão:

– Encontrar potencial de notícias que sejam de interesse da mídia;
– Construir uma imagem do assessorado na mídia;
– Criar redes de divulgações em vários setores na mídia;
– Orientar a postura do assessorado;
– Ter aproximação com os veículos de imprensa;
– Alcançar credibilidade e confiança do público;
– Elaboração de Press-releases (antes, durante e depois do produto ou evento virar matéria);
– Convocação de entrevistas e coletivas;
– Mídia training;
– Clipagem;
– Comunicação interna.

Recentemente houve um crescimento no segmento Assessoria de imprensa. Se por um lado as empresas perceberam que esta é uma ferramenta muito importante na estratégia de comunicação, por outro, alguns fatores prejudicaram o mercado. Muitos jornalistas ou relações públicas, sem experiência, começam a fazer Assessoria de imprensa, aumentando demasiadamente a oferta deste serviço no mercado. Por conta disso, as empresas não conseguiram o retorno esperado (quer por falta de profissionalismo, quer por inexperiência dos novos assessores).

Outro fator, e consequência do primeiro, foi a recusa dos editores pelo número excessivo de press-releases que chegavam as redações. Isso faz com que as boas sugestões de pautas muitas vezes nem chegassem ao editor ou produtor, exatamente por causa desse “inchaço” de material.

Além desses fatos as empresas perceberam que uma comunicação interna rápida e acima de tudo, correta e coerente, diminui o “stress” gerado por informações de corredores, conhecidas popularmente no meio sindical como “rádio-peão”. Isso gera insegurança, incerteza e reduz a produtividade. A comunicação interna, desenvolvida pela assessoria de imprensa pode fornecer um canal de informação eficiente entre empregador e empregado e também diretamente com seu consumidor.

A área de A.I está em constante expansão e é uma área amplamente reconhecida e valorizada pelo mercado e quem trabalha pautado numa ética profissional tem grandes chances de êxito. Ética e habilidade técnica são imprescindíveis. Critérios e paciência para colher dados das empresas e a forma da condução do trabalho do profissional irá repercutir em sua trajetória.

O profissional deve ser um gestor com múltipla formação. Possuir conhecimento nas áreas de administração, marketing e possuir um bom planejamento é fundamental, além da formação jornalística.

O gestor de comunicação gerencia o custo de ações do departamento com objetivos mercadológicos. Não é um vendedor, porém a medida que atua como um gerenciador da marca, pode-se dizer que é um vendedor indireto, responsável por manter uma boa imagem da empresa.

Porém, um fator de grande relevância e que não pode ser ignorado pela classe dos comunicadores, é que estamos perdendo mercado. Muitos profissionais de comunicação de diversas áreas estão hoje atuando como um gestor de comunicação, mesmo sem possuir a sensibilidade necessária para o cargo. Precisamos nos preparar!

É imprescindível que o profissional tenha conhecimento de diversas áreas tenha o hábito da leitura para que tenha cada vez mais leque de conhecimento para diversos assuntos. Cursos de empreendedorismo também são ferramentas que ampliarão a bagagem do profissional, que hoje é visto como um multimídia. O mercado atual exige isso, um profissional com visão global do negócio.

Por Gabriela Peres.

- Advertisement -spot_img
Gabriela Peres
Estuda jornalismo pela universidade paulista UNIP em Campinas. Sempre teve a certeza de que jornalismo era a “sua profissão”. Crítica, exigente e sem papas na língua, adora escrever sobre assuntos de utilidade pública. Não é fã de repórteres e já negou trabalhos como Assessoria de imprensa de vereadores para não ter de tomar partido. Sabe que falar o que pensa é arriscado, afinal nem todos entendem. Fazer o quê? Pensar é causar. É colunista no Jornal Metropolitano de Campinas, dona do blog Nú e Crú e faz trabalhos como freelancer.
- Advertisement -spot_img
Siga-nos
17,706FãsCurtir
4,420SeguidoresSeguir
2,532SeguidoresSeguir
Mais vistas
- Advertisement -spot_img
Novidades
- Advertisement -spot_img

4 COMENTÁRIOS

  1. Pois é, eu sou da área, que mais bate de frente com a assessoria de imprensa, pois estou me graduando em comunicação Institucional, que vai 100% de encontro com assessoria, na verdade, lendo essa definição, acabei entendendo de forma clara o porque de tantas disciplinas conjugadas no decorrer da faculdade.
    Muito legal esse esclarecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui