Evento gratuito debate o impacto das mídias móveis no ensino de jornalismo

0
14

Jornalismo tecnologia e educação

Entre os dias 17 e 18 de março, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul sediará o evento “Jornalismo, Tecnologia e Educação”. O encontro pretende reunir professores, alunos e profissionais do Estado de Mato Grosso do Sul para debater e refletir sobre o impacto das mídias móveis e sociais no exercício profissional e no ensino de jornalismo.

Natália Viana, diretora da Pública – Agência de Reportagem e Jornalismo Investigativo e José Brito Cunha, gerente de distribuição do Canal Futura, participarão da mesa de abertura, na qual debaterão sobre as transformações ocorridas no exercício profissional do jornalista, seu novo papel na sociedade e os desafios que se descortinam.

Já no dia seguinte, 18, às 08h30 haverá uma mesa intitulada “Desafios do Ensino e Exercício do Jornalismo em MS”. Participarão dela Daniela Benante, representante do Sindicado dos Jornalistas MS, Victor Barone, editor de ‘O Estado de MS’ e a Professora Dra. Katarini Giroldo Miguel, da UFMS. Nessa mesa se tratará sobre o diálogo entre docência, meios de comunicação e as novas tecnologias em sala de aula no âmbito de Mato Grosso do Sul.

Às 11h o professor Dr. Ismar de Oliveira Soares, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), ministrará uma palestra sobre “A Contribuição da Educomunicação para o Ensino Superior”. Na tarde desse mesmo dia os participantes terão a oportunidade de participar de diversas mesas de debate que serão divididas em: Impresso; Rádio; TV; Internet; Fotografia e Planejamento Visual; e Teorias.

O evento recebe o apoio do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ), Programa Escola de Conselhos, Núcleo de Comunicação e Educação da USP (NCE/USP), Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais do Jornalismo (ABPEducom) e Sindicato de Jornalistas de MS (SindJor).

Podem participar profissionais, docentes e estudantes de comunicação e de outras áreas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas clicando aqui.

Por Emílio Portugal Coutinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui