InícioBiblioteca FocaLivro-reportagem sobre o Caso Escola Base é lançado oficialmente em São Paulo

Livro-reportagem sobre o Caso Escola Base é lançado oficialmente em São Paulo

- Advertisement -spot_img

Caso Escola Base (3)

Na próxima terça-feira, 04 de abril de 2017 das 18h30 às 21h30, será realizado o lançamento oficial do livro-reportagem “Caso Escola Base: Onde e como estão os protagonistas do maior crime da imprensa brasileira”, de autoria do jornalista Emílio Coutinho.

O Caso Escola Base foi um dos erros mais graves cometidos pela imprensa brasileira. Ocorrido no ano de 1994, até hoje ele é recordado nas faculdades de comunicação de todo o país como uma vergonha para o jornalismo.

Caso Escola Base

Em março de 1994 duas mães acusaram os donos da Escola Infantil Base, localizada na capital paulista, de terem abusado sexualmente de seus filhos. A acusação logo chegou aos ouvidos da imprensa, que abraçando a versão dessas mães, e sem ouvir o outro lado, publicou a história, que teve repercussão nacional.

O resultado da divulgação destas acusações foi trágico: a escola foi depredada, os donos sofreram torturas físicas e psicológicas, perderam todo o seu investimento, além de terem seus nomes, endereços e rostos estampados nos principais veículos de comunicação do Brasil. Tudo isso ocorreu antes de qualquer prova concreta. As mães acusaram, a imprensa julgou e o público praticou a justiça com as próprias mãos.

Alguns meses depois o caso foi arquivado por falta de provas e os acusados considerados inocentes pela justiça. Porém, o que poderia parecer o fim de um pesadelo na verdade foi apenas o início. Isso porque os personagens injustamente acusados e expostos pela imprensa nunca tiveram suas reputações recuperadas. A vida de cada um deles mudou para sempre. O trauma ficou, junto com as dívidas e a falta de esperança.

Livro narra a história dos personagens anos após o caso

Duas décadas depois o jornalista Emílio Coutinho (na época estudante de jornalismo) resolveu ir atrás de cada um dos principais personagens dessa história para saber como vivem e se superaram o trauma causado pelo episódio.

Resultado de uma longa pesquisa e uma série de entrevista, “Caso Escola Base: Onde e como estão os protagonistas do maior crime da imprensa brasileira” é uma obra constituído de dez capítulos, nos quais o autor narra os encontros e desencontros com cada um destes personagens envolvidos no emblemático caso da Escola Base, como eles vivem, ou sobrevivem após o triste episódio.

“No livro narro os meus encontros e desencontros com cada um dos principais personagens envolvidos no Caso da Escola Base. No início deste trabalho eu tinha apenas o endereço da Escola e da antiga casa do perueiro (ambos divulgados em jornais da época). Conseguir encontrar, conversar ou ao menos saber onde e como estão esses personagens parecia algo impossível. Mas após longa e trabalhosa investigação consegui inclusive saber como foram os últimos dias do casal Shimada (proprietários da Escola já falecidos)”, comenta o autor.

Dentre as entrevistas publicadas no livro estão: uma com Valmir Salaro, repórter da TV Globo, o primeiro jornalista a divulgar o caso; a conversa de três horas com Paula Milhin, uma das ex-proprietárias da Escola Base; além dos contatos que realizados com o delegado Edélcio Lemos, que é tido por Paula como um dos principais culpados pelo espetáculo midiático do caso; e com as duas mães que fizeram as acusações que deram início a toda essa história. O autor também foi atrás de Maurício Alvarenga, o perueiro; Richard Pedicini, o gringo que acabou entrando no caso; e o casal Saulo e Mara, pais de um aluno que também foram acusados de praticar orgias sexuais com as crianças da Escola Base.

Emílio Coutinho espera que seu trabalho sirva para se refletir no papel e poder da imprensa, e que casos como esse não voltem a ocorrer. “Acredito que este trabalho ajudará estudantes e jornalistas a refletirem sobre o poder que temos tanto de construir como de destruir a reputação de um cidadão, uma família e inclusive de um grupo de pessoas, como foi o caso”.

Em tempo. Na quarta-feira, 05 de abril de 2017, o autor do livro participará de um debate sobre o tema que contará com a participação do jornalista Florestan Fernandes Jr. (que na época desconfiou da versão oficial divulgada pela grande imprensa e com sua investigação acabou mostrando que os proprietários da Escola Base estavam sendo injustamente acusados) e de Paula Milhin (ex-proprietária da Escola Base). O debate ocorrerá no Auditório Nelson Carneiro, avenida Liberdade, 899, das 18 horas até 19h15.

A obra também pode ser adquirida através do e-mail: [email protected]

- Advertisement -spot_img
Emílio Coutinho
O jornalista e professor Emílio Coutinho criou a Casa dos Focas com o objetivo de ser um espaço para debate, aprofundamento e divulgação de novidades dentro da área do jornalismo. Os textos aqui publicados são de responsabilidade dos seus respectivos autores.
- Advertisement -spot_img
Siga-nos
17,706FãsCurtir
4,420SeguidoresSeguir
2,532SeguidoresSeguir
Mais vistas
- Advertisement -spot_img
Novidades
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui