InícioFocabulárioO que é um jornalista freelancer?

O que é um jornalista freelancer?

- Advertisement -spot_img

Muita coisa. O jornalista freelancer é aquele cara que faz de tudo. Um verdadeiro prostituto do ramo jornalístico. Escreve, fotografa, assessora, revisa, grava VT, faz publicidade e, provavelmente tem um blog para divulgar esse seu vasto currículo. E ainda desempenha todas essas (e mais algumas) atividades ao mesmo tempo.

Os jornalistas devidamente empregados costumam olhar de cara feia para esse pessoalzinho “faz tudo”. Alegam que não são éticos, pois trabalham para todo mundo. Pura intriga da oposição. Grande parte dos freelancers tem compromisso com o que desenvolve e só topa trabalhar naquilo que acreditam, afinal, sem um contrato, eles têm liberdade de escolha.

Está certo que essa liberdade depende do quanto de freelas aparecerem no mês, mas ela está aí, para quem quiser ver. Um jornalista normalmente vai para o submundo do freela pela falta de um emprego decente, mas depois acaba gostando da ideia de não ter de bater cartão e ver editor corrigindo sua linha de pensamento.

Além, é claro, da experiência que todas essas oportunidades proporcionam. Pena que a carteira profissional não saiba disso. Consequentemente nem o empregador do sonhado emprego decente. E menos ainda a contribuição com o INSS. Mas os freelas dão uma boa grana, às vezes até mais que os trabalhos fixos, o único problema é a falta de respeito.

Ninguém respeita um profissional que está cada hora fazendo uma coisa diferente, em um lugar diferente, com gente diferente. Ou que trabalha em casa. O bullying já começa na família que nunca sabe dizer aos outros o que o jornalista de fato faz: “Ele tem feito uns bicos”. “Bá, ‘bico’ tira todo o glamour da coisa. Isso sim é muito desrespeito. Essa semana arrumo um emprego fixo”.

Por Andreza Galiego

Leia também:

– O que é um jornalista?

– O que é um Ombudsman?

– O que é um foca?

Perfil de Andreza Galiego

Andreza Galiego é estudante de Jornalismo e estagia na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Andradina, cidade onde mora. Aos 20 e poucos anos, terminando a faculdade, ainda vê a profissão como um meio de mudar o mundo, o próprio e o dos outros. Tem mania de discordar e gosta de pessoas estranhas. Estuda todo tipo de assunto que consegue no período em que está acordada, mas na maioria das vezes faz tudo dormindo mesmo. Escreve também no blog Jornalista sem Pauta. Achou incrível o convite para escrever no Casa das Focas e espera contribuir para o "descobrimento do jornalismo".
Andreza Galiego é estudante de Jornalismo e estagiou na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Andradina, cidade onde mora. Aos 20 e poucos anos, terminando a faculdade, ainda vê a profissão como um meio de mudar o mundo, o próprio e o dos outros. Tem mania de discordar e gosta de pessoas estranhas. Estuda todo tipo de assunto que consegue no período em que está acordada, mas na maioria das vezes faz tudo dormindo mesmo. Escreve também no blog Jornalista sem Pauta. Achou incrível o convite para escrever no Casa das Focas e espera contribuir para o “descobrimento do jornalismo”.

- Advertisement -spot_img
Emílio Coutinho
O jornalista e professor Emílio Coutinho criou a Casa dos Focas com o objetivo de ser um espaço para debate, aprofundamento e divulgação de novidades dentro da área do jornalismo. Os textos aqui publicados são de responsabilidade dos seus respectivos autores.
- Advertisement -spot_img
Siga-nos
17,706FãsCurtir
4,420SeguidoresSeguir
2,532SeguidoresSeguir
Mais vistas
- Advertisement -spot_img
Novidades
- Advertisement -spot_img

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá, eu chamo-me Neuza, tenho 18 anos e sou portuguesa. Eu queria saber a informação sobre o curso de jornalismo. Eu quero trabalhar no jornalismo mas escrever no jornal, não apresentar na televisão. Gostava de saber se no curso de jornalismo, também temos que fazer uma apresentação como se estivéssemos a apresentar na televisão?
    Aguardo a sua resposta.
    Obrigada!

    • Olá, Neuza! Tudo bem? Muito bom receber mensagem de nossa audiência lusa. Sobre a sua pergunta: hoje em dia o jornalista tem que estar preparado para atuar em qualquer função, às vezes inclusive em várias ao mesmo tempo, por exemplo filmando, fotografando, escrevendo, entrevistando e depois editando e subindo a matéria. Mas te entendo perfeitamente. Eu também nunca me senti muito à vontade diante de uma câmera e prefiro mil vezes trabalhar como redator, não apenas na redação, mas indo para a rua, pois é onde está a notícia. Quando cursamos jornalismo na faculdade aprendemos um pouco de cada área de atuação e depois nos aprofundamos na que mais nos sentirmos à vontade. Aos poucos você irá se encaixando onde pode dar o seu melhor. Isso é natural! Mas aproveite o tempo de faculdade para aprender de tudo, mesmo que não curta muito, talvez você mude de ideia, ou pelo menos saberá como funciona cada área dentro do jornalismo. Espero ter lhe ajudado. Caso tenha outra dúvida é só postar por aqui ou enviar para o e-mail: [email protected]. Te desejo muito sucesso! Até mais! Emílio Coutinho/Casa dos Focas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui