InícioEntrevistasFocas entrevistam Paloma Tocci

Focas entrevistam Paloma Tocci

Formada em jornalismo em 2005 pelas Faculdades Integradas Alcântara Machado (FIAM FAAM), Paloma Garrues Soubihe Tocci estagiou na Rede Bandeirantes, inicialmente na redação do Jornalismo, seguindo depois para o Esporte. Trabalhou como repórter esportiva durante quatro anos na Rede Bandeirantes no programa Jogo Aberto e no programa Galera Gol da rádio Transamérica Pop de São Paulo. Já passou pelo canal pago BandSports, ainda na Band atuou como repórter nos Jogos Pan-Americanos de 2007 e nas Olimpíadas de Pequim em 2008, onde foi eleita por jornalistas de todo o mundo a musa do Centro de Imprensa dos Jogos Olímpicos de Pequim.

No dia 5 de abril de 2010, assinou contrato com a RedeTV! depois de ter recebido proposta da emissora para no dia 19 de abril, assumir o comando do RedeTV! Esporte no lugar de Flávia Noronha que foi para o TV Fama, além de ter apresentado na mesma emissora, o Belas na Rede. Após dois anos voltou a Rede Bandeirantes, onde atua como repórter, além de ter apresentado diversos programas, dentre eles o Deu Olé e o ZOO.

Leia abaixo a entrevista que a jornalista Paloma Tocci concedeu para a Casa dos Focas.

Paloma Tocci
Paloma Tocci

CF – Você sempre pensou em ser jornalista ou já teve alguma outra opção? O que a levou a escolher o jornalismo?

Paloma Tocci – Sempre gostei muito da aula de português e redação. Além disso, quando a professora pedia para alguém ler determinado texto em voz alta para toda a classe, eu era a primeira a levantar a mão! Já pensei em ser médica, mas, como nunca fui uma aluna muito estudiosa, optei pela área de humanas e o jornalismo. Medicina é estudo para o resto da vida.

CF – O que o jornalismo representa para você?

Paloma Tocci – É uma grande satisfação poder levar informação ao público e ao mesmo tempo entreter.

CF – Você já trabalhou tanto no rádio como na televisão. Quais as principais diferenças que você sentiu entre essas duas mídias?

Paloma Tocci – Penso que na rádio foi onde ganhei a capacidade de improviso, de raciocínio imediato. Na TV o trabalho pode ser mais preparado, digamos assim, mais produzido.

CF – Você iniciou sua carreira no jornalismo da Band, o que a fez optar para o jornalismo esportivo?

Paloma Tocci – Sempre gostei muito de esporte. Aliás, acho que pra trabalhar com esporte e futebol, principalmente, precisa ter paixão. Viver o esporte. Comecei na BandNews e a minha trajetória ali me levou até o esporte. Sempre trabalhei com muita paixão nessa área.

CF – Hoje em dia as mulheres estão ocupando cada vez mais as redações. Como você vê o panorama das mulheres no jornalismo?

Paloma Tocci – Acho que a oportunidade nos foi dada e, como fazemos tudo bem feito, conquistamos esse espaço! A mulher mostrou tanta capacidade quanto os homens, mostrou que tem uma sensibilidade até maior e tanta simpatia quanto eles.

CF – Você percebe algum tipo de discriminação ou de assédio feito contra mulheres jornalistas?

Paloma Tocci – No começo senti muito o preconceito. Muitos pré-julgamentos. Tive que provar que estava ali para trabalhar, para aprender e falar do assunto sobre o qual sou tão apaixonada quanto eles. Hoje, acho que já conquistei meu espaço e o respeito dos colegas de trabalho e da audiência.

CF – Para finalizar deixe uma mensagem para os estudantes de jornalismo.

Paloma Tocci – Primeiro, boa sorte a todos nessa árdua caminhada. Daria dois conselhos: trabalhem com paixão e comecem cedo. Por ser uma área cheia de concorrência, quanto mais cedo começar um estágio, melhor.

Por Emílio Portugal Coutinho.

Leia também:

– A vida do jornalista esportivo fora das quatro linhas

Juca Kfouri tira as dúvidas dos Focas

Ponto eletrônico de ouvido: a “voz da consciência”

- Advertisement -
Emílio Coutinho
O jornalista e professor Emílio Coutinho criou a Casa dos Focas com o objetivo de ser um espaço para debate e divulgação de novidades no jornalismo.
- Advertisement -
Siga-nos
17,516FãsCurtir
8,137SeguidoresSeguir
2,588SeguidoresSeguir
Leia também
- Advertisement -
Novidades
- Advertisement -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui