Quais recursos podem ser utilizados para alavancar sua Web Rádio?

0
23
Luiz Silveira. Foto: Divulgação

Membro da equipe de direção da empresa BRLOGIC, Luiz Silveira palestrou na manhã desta segunda-feira, 06 de agosto de 2018, sobre quais recursos podem ser utilizados para alavancar sua rádio web, durante a 2º Semana da Comunicação na Rádio Conectados.

Luiz Silveira. Foto: Divulgação

O Kantar Ibope Media 2017 divulgou que o tempo médio diário das pessoas ouvindo a rádio é de quatro horas e quarenta minutos, sendo que em regiões metropolitanas são 52 milhões de ouvintes. Traçar a migração que a rádio convencional está fazendo para o online só mostra que a mesma não pode ficar longe da internet e que as pessoas estão abertas as novidades, pois se hoje 14% escutam pelo celular, de acordo com Luiz “nós podemos esperar que nos próximos cinco a dez anos esse número dobre. Pode chegar facilmente aos 30% de pessoas escutando a rádio pelo celular.”

Quem é seu público e onde ele está?

Fazer um levantamento de público para entender preferências e características como idade, cidade e classe econômica, são quesitos relevantes para traçar um perfil. Este também irá ajudar numa estratégia de comunicação, onde ficará mais fácil saber em qual plataforma seu público está e aí sim começar um forte plano de engajamento.

De acordo com Luiz, o locutor é a peça fundamental para ter uma boa presença na internet com pouco orçamento, pois é ele quem faz esse contato direto com o ouvinte. “Muitas vezes é ele quem irá saber o que precisa ser publicado na rede social, no site e o que precisa melhorar.”

Por que investir em áudio na internet se o que está em alta é o vídeo?

A publicidade do vídeo instiga a compra imediata, mas a publicidade do áudio, que deve estar em questão, não visa fazer com que o ouvinte levante e compre naquele momento, pois não requer dedicação exclusiva. Os acessos serão convertidos em fidelização, com pessoas realmente interessadas, não apenas números, ou seja, “o ouvinte irá ouvir diversas vezes até que a marca do cliente fique em sua cabeça”, exemplifica Luiz.

O palestrante ressaltou diversas vezes que quando o assunto é rádio, o áudio é protagonista, ou seja, “não vou precisar ter 200 mil seguidores vendo meu vídeo na internet, eu vou ter menos, uma fração ínfima disso, mas esses que estão assistindo meu vídeo, que estão vendo minhas publicações, eles vão ter interesse no meu conteúdo de áudio, vão acessar minha rádio. Ao invés de assistir meu vídeo por cinco minutos, ele vai ouvir a programação por meia hora.”

Conteúdo original e de qualidade

Outro ponto de destaque está relacionado ao engajamento que deve acontecer a partir de conteúdos próprios e originais, estimulando para a interação do ouvinte. Vídeos gravados devem possuir até três minutos, publicados na plataforma de maior engajamento e em horários com grande audiência, pois “não deve se gastar energia em todas as redes”, comenta.

Um ponto que Silveira exemplifica está na diferença entre Live Pontual e Live Rotineira, ou seja, “a pontual não possui horário para acontecer e causa senso de urgência”, pois o público não está esperando. Traz bom resultado quando utilizado para divulgar entrevistas, shows, eventos, coisas que acontecem no estúdio e promoções. Já a Live rotineira precisa de atenção, pois deve-se evitar a utilização de músicas, por questões de direitos autorias, o modelo vlog e ter no máximo uma hora de duração.

Parcerias estratégicas, seja com blogs, artistas regionais e independentes, sites ou vloggers é outro quesito que Luiz Silveira aponta como importante para alavancar a visibilidade.

Por fim, Luiz destaca Mídias Sociais, SEO, site, app e até Mídia Kit como métodos de comunicação eficazes. Entretanto, lembra sobre a qualidade e originalidade de conteúdo, seja na identidade visual, endereço de site curto e fácil, streaming veloz, estável e seguro, além de players de qualidade. “Lembre-se que por mais que vocês façam um trabalho legal nas redes sociais, publicando fotos e live, a gente está no ramo do rádio e nesse caso o conteúdo do áudio é o principal”, concluiu.

Por Andressa Persan

Perfil da Autora

Andressa Persan Atriz e Jornalista graduada pela Universidade Anhembi Morumbi. Iniciou sua carreira na Rádio Atual, com comunicação e locução, mas também atuou como redatora, revisora e social media. Sonha com um mundo melhor e quer transformar a vida das pessoas através do jornalismo e da arte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui