Quais são os principais desafios para jornalistas no TikTok?

16
1105
Foto: Pixabay

Você pode não ter baixado o TikTok, mas com certeza já teve contato com algum vídeo produzido nesta plataforma em alguma outra mídia. Não é para menos, o aplicativo foi um dos mais baixados no mundo em 2020, ultrapassando o WhatsApp e o Facebook em número de downloads, segundo relatório do App Annie.

Apesar de ter ficado conhecido sobretudo por suas dancinhas e trends, o TikTok abriu suas portas para que qualquer usuário possa produzir vídeos curtos com conteúdo diverso: receitas, indicações de lugares para visitar, curiosidades e inclusive jornalismo.

Principais desafios para jornalistas no TikTok

Uma de suas características mais atrativas deste aplicativo são as informações transmitidas em um curto período de tempo. Os vídeos que mais fazem sucesso são aqueles com 30 a 60 segundos de duração. Esses conteúdos passados de maneira rápida caíram no gosto de seus usuários que não sentem o tempo passar quando estão usando o app.

O jornalista Ian Alves, em seu Trabalho de Conclusão de Curso listou os desafios mais comuns encontrados por jornalistas no TikTok. Segundo o pesquisador as principais dificuldades para os profissionais da comunicação em relação à este aplicativo são seis: Adequação da linguagem, Manutenção da função jornalística, Abordagem de temas sérios, Justificativa da adesão, Temporalidade e Gestão da comunidade.

1 – Adequação de linguagem

É importante ter uma linguagem mais leve, dinâmica e jovem, porém é preciso recordar da função informativa do jornal. Para se chegar ao ponto certo, uma primeira dica é consumir conteúdo no TikTok, para entender o funcionamento desta rede social.

Outra dica é não reciclar o conteúdo produzido para outras plataformas, pois podem não se adequar ao padrão do TikTok. É importante também ser autêntico nos vídeos e seguir um único tom de voz que gere uma identificação com a audiência.

2 – Manutenção da função jornalística

É possível produzir conteúdo jornalístico para o TikTok sem precisar seguir as tendências recentes da plataforma, como desafios de dança, dublagens, utilização de áudios engraçados?

Sim! O TikTok pode ser usado para combater a desinformação, explicar o contexto das notícias, responder perguntas da audiência e transmitir informações essencialmente jornalísticas. É claro que não é proibido utilizar de algumas doses de humor, porém, nunca se deve esquecer a função do jornalismo, que é informar a sociedade.

3 – Abordagem de temas sérios

Apesar de ser um aplicativo com um público majoritariamente jovem, e com um grande conteúdo de entretenimento, os vídeos publicados no TikTok não necessitam ser sempre descontraídos e há espaço para temas mais sérios.

Segundo o jornalista Max Foster, âncora da CNN em Londres, é possível sim tratar assuntos mais complicados no TikTok, “você só precisa fazer isso de uma forma envolvente e é isso que deveríamos fazer como jornalistas de qualquer maneira”.

4 – Justificativa da adesão

Muitos jornalistas ainda são resistentes em ingressar no TikTok e isso pode ocorrer por diversos motivos. Olhando pelo aspecto financeiro, o aplicativo pode não ser tão atraente por ainda não oferecer retorno a curto prazo.

Mas se formos pensar do ponto de vista jornalístico, ingressar no TikTok é seguir uma tendência mundial e pode fazer com que o jornal se consolide diante de um novo público. Além disso, estar fora deste aplicativo pode representar a perda de possíveis novos assinantes.

5 – Temporalidade

Um ponto a ser observado pelos jornalistas no TikTok é a temporalidade dos conteúdos. Além da data de publicação dos vídeos não aparecer, o algoritmo pode recomendar um vídeo meses depois do mesmo ter sido publicado.

Uma dica para lidar com esse problema é produzir conteúdos atemporais, que permanecem relevantes com o passar do tempo. Também é indicado investir em um conteúdo mais amplo que ofereçam uma perspectiva contextual sobre os assuntos do momento.

6 – Gestão de comunidade

Assim como em outras redes sociais, no TikTok é possível interagir diretamente com o público, seja respondendo os comentários nas publicações, ou ainda pedindo que os usuários comentem o que acham sobre determinado assunto.

Há ainda a possibilidade de utilizar algo que foi dito nos comentários por um seguidor, para criar um novo conteúdo em vídeo. Isso com certeza estimulará com que mais seguidores comentem, ajudando na identificação do público com a página.

16 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui