A Chapeuzinho Vermelho na Mídia

0
71

Chapeuzinho vermelho

A imparcialidade no jornalismo é uma verdadeira utopia na prática. Isso porque o jornalista ao escrever uma matéria, escolhida por um pauteiro e formatada por um editor, acaba incluindo na mesma, ainda que implicitamente, uma série de ideias, pensamentos e definições que são frutos de seus hábitos, cultura e formação.

Além disso, cada veículo da imprensa tem a sua linha de pensamento, aquilo que considera ser os seus valores e sobre os quais deve ser exercido todo o seu trabalho. A própria linguagem é diferenciada dependendo da publicação na qual a matéria é veiculada.

Apesar de tantos fatos mostrarem que a imparcialidade jornalística não existe, os principais veículos da mídia sempre tentaram apresentar para o seu público a ideia de que são imparciais, buscando conquistar uma maior credibilidade e com isso aumentar sua audiência (no caso da televisão ou do Rádio) ou a venda de exemplares (no caso de publicações impressas).

Como exemplo dessa parcialidade no jornalismo, há um certo tempo circulou pela internet um texto que mostrava como a história da chapeuzinho vermelho circularia na mídia caso o fato fosse real e acontecesse em nossos dias. É claro que esse texto é uma sátira, mas não deixa de ter um pé na realidade. Veja abaixo:


Jornal Nacional

(Willian Bonner) — Boa noite! Uma menina de sete anos foi devorada por um lobo na noite de ontem.

(Patrícia Poeta) — Mas, graças a atuação de um caçador, não houve uma tragédia.


Globo Repórter

(Sérgio Chapelin) – Tara? Fetiche? Violência?

O que leva alguém a comer, na mesma noite, uma idosa e uma adolescente?

O Globo Repórter conversou com psicólogos, antropólogos e com os amigos e parentes do Lobo em busca da resposta. Vamos viajar pela mente do psicopata.

E uma revelação: casos semelhantes acontecem dentro dos próprios lares das vítimas, que se silenciam por medo. Hoje, no Globo Repórter…”


Fantástico

(Glória Maria) — Que gracinha, gente, mas vocês não vão acreditar! Essa menina linda, aqui, foi retirada viva da barriga de um lobo. Não foi mesmo? – pergunta, acariciando a chapeuzinho vermelho.


Mais Você

(Ana Maria Braga) Ha, ha, ha! Lembra daquela Chapeuzinho? É aquela mesma que fazia piqueniques na floresta com a avó? Pois é. Não é que a menina foi parar dentro da barriga de um lobo!?

(Louro José) Ainda bem que o lobo prefere comer gente do que passarinho!

(Ana Maria) Ha, ha, ha!


Big Brother

(Pedro Bial) – Fala meu Lobo, Quem você vai eliminar hoje?

(Lobo) – Hoje eu vou eliminar a Chapeuzinho Vermelho, porque ela tá de complô com o Lenhador, que eu acho ao meu ver, que estão ao nível de me eliminar e isso não está fazendo bem para o Ambiente da casa.


Jornal da Noite

(Boris Casoy) – Vejam a que ponto chegamos. Chapeuzinho Vermelho, uma menina com cerca de 12 anos, foi retirada viva da barriga de um lobo que invadiu a casa de sua avó e a matou. Um caçador viu tudo e também matou o lobo. Aonde essa onda de violência vai nos levar? Quando lobos começam a comer pessoas dentro de suas casas o governo federal precisa tomar providências. Lobo comendo gente é uma vergonha!


Brasil Urgente

(Luiz Datena) — Onde é que a gente vai parar? Cadê as autoridades? Cadê as autoridades? A menina ia para a casa da sua vovozinha a pé… – Não tem transporte público! Não tem transporte público! – … quando foi devorada viva! Por um lobo, gente, um lobo safado! Põe na tela, porque eu falo mesmo! Não tenho medo de ameaça nem de lobo morto! Não tenho medo de lobo não!


Gil Gomes

Esta meninaaaa…..Esta pooobre meninaaa…Estava caminhando sozinha a casa da vovozinha… Quando. de repente…..De repenteee… Um looobooo…um grande loboo apareceu, e ele a devorou, sim ele devorou a menininha, a pobreee da menininhaaa. E aqui… Aqui na tela, um caçador. Um caçador de mira certeira e sangue frio. Direto da sessenta e nove DP a Cristina conta como foi. Na tela!


Superpop

Chapeuzinho é convidada para desfilar no programa só de lingerie vermelha.

(Luciana Gimenez) – Nossa, que corpo , hein garota? Muito bonita mesmo até eu no lugar do Lobo não iria deixar escapar essa menina!!


Programa do João Kleber

Você não vai acreditar! Você não vai acreditar! Pela primeira vez na televisão… Você não vai acreditar! É uma história. É uma história de arrepiar! Não vou contar mais nada. Você precisa ver para acreditar. Eu não vou contar. Você não vai acreditar! Só vou contar que tem uma menina. Não vou dizer mais nada. Só que tem um lobo… Não vou contar mais nada. Se você não assistir eu não vou contar. Você quer saber? Você quer saber? Você quer saber como termina essa história? São cenas que você nunca viu. Tem uma menina e tem um lobo. Mas também tem um caçador. Você nunca viu. Se você não assistir você não vai acreditar. Eu não consegui. Eu não consegui ver até o final. O final é inacreditável. É inacreditável o final. E é tudo verdade. Você nunca viu. É verdade e você não vai acreditar. Quer saber como termina essa história? Depois dos comerciais…


O Aprendiz

(Roberto Justus) – Chapeuzinho, o que você foi fazer na casa da vovozinha?

(Chapeuzinho) – Fui levar uns doces para ela.

(Justus) – De graça ? Mas você não tinha um Planejamento para isso? Achou que era o marketing mais correto? Qual seria o retorno? Que tipo de postura teve seu líder? Que providências você tomaria?


Rádio CBN

Segundo fontes oficiais e agências internacionais uma menina vestida de vermelho foi retirada viva da barriga de um lobo por um caçador. O lobo ainda teria aniquilado a avó da menina. Mais informações daqui a meia hora.


Rádio Cidade FM

O trânsito flui sem problemas na cidade com alguns pontos de retenção que devem ser evitados.


Jornal O Globo

Petrobrás apóia ONG do lenhador ligado ao PT que matou um lobo pra salvar menor de idade carente.


Jornal Folha de S.Paulo

Manchete: “Lobo que devorou menina era do MST”

Legenda da foto da reportagem: Chapeuzinho, à direita, aperta a mão de seu salvador.

Na reportagem, box com um zoólogo explicando os hábitos alimentares dos lobos e um imenso quadro infográfico mostrando como Chapeuzinho Vermelho foi devorada e, depois, salva pelo lenhador.


Jornal O Estado de S. Paulo

Chamada de capa para a reportagem: Lobo que devorou Chapeuzinho seria filiado ao PT.


Jornal Notícias Populares (extinto)

Chamada de capa para a reportagem: Sangue e tragédia na casa da vovó.


Jornal Correio Braziliense

Chamada de capa para a reportagem: Petistas atacam vovozinha e tentam agarrar a netinha.

Numa passagem do texto, referindo-se a Chapeuzinho Vermelho e a sua avó, lê-se: “Graças à atuação do Governador Roriz, ambas estão bem e recebem pão, leite e cesta básica…”.


Jornal The New York Times

Tem coisas que só acontecem no Brasil. Uma menina órfã, de nome desconhecido, chamada apenas por Chapeuzinho Vermelho percorria a selvas do Pará que são infestadas por lobos, excluídos de seu habitat natural pela selvagem depredação da floresta tropical. Numa área onde o governo não atua, Chapeuzinho teve quase o mesmo destino da missionária americana Doroty. Enquanto esta foi assassinada por posseiros de terras, a avó de Chapeuzinho foi morta por um dos lobos que depois devorou a menina. Por acaso, um caçador, provavelmente índio da região edesamparado pela Funai, sem ter o que comer invadiu a casa da avó e matou o lobo. Enquanto preparava sua primeira refeição da semana, para sua surpresa, encontrou Chapeuzinho Vermelho ainda viva dentro da barriga do lobo. Como se pode ver, há uma ausência total de políticas ambientais do governo brasileiro permitindo que situações como essas aconteçam com freqüência no Brasil.


Jornal Zero Hora

Avó de Chapeuzinho nasceu no Rio Grande do Sul.


Jornal Agora

Sangue e tragédia na casa da vovó


Jornal do Brasil (extinto)

Chamada de capa para a reportagem: “Floresta: garota é atacada por lobo”.

Na reportagem propriamente dita, o leitor não fica sabendo onde, nem quando, nem mais detalhes a respeito do fato.


Jornal O Dia

Lenhador desempregado tem dia de herói.


Jornal Extra

Promoção do mês: junte 20 selos, mais R$19,90 e troque por uma capa vermelha igual a da Chapeuzinho!


Jornal Meia hora

Lenhador passou o rodo e mandou lobo pedófilo pro saco!


Jornal Diário Gaúcho

Sangue e tragédia no barraco da vovó.


Revista Isto É

Chamada de capa para a reportagem: Gravações revelam que lobo foi assessor de influente político.


Revista Veja

Numa passagem da reportagem, lê-se: “Fulano de tal, 23, o lenhador que retirou Chapeuzinho Vermelho da barriga do lobo, tem sido considerado um herói na região”. Ele disse: — Não foi tão perigoso assim, pois o lobo estava dormindo…


Revista Veja

Lula sabia das intenções do lobo.


Revista Veja São Paulo

Casa da Vovó – Restaurante vegetariano tentar espantar má fama de local do famoso massacre.


Revista Marie Claire

Chamada de capa para a reportagem: “Na cama com um lobo e minha avó”, relato de quem passou por essa experiência.


Revista Capricho

Chamada de capa para a reportagem: Esse Lobo é um Gato!


Revista Atrevida

Saindo de uma roubada – Dicas de Chapeuzinho Vermelho


Revista Tititi

Lenhador e Chapeuzinho flagrados em clima romântico em jantar no Rio.


Revista Nova

Chamada de capa para a reportagem: 10 maneiras de levar um lobo à loucura na cama.


Revista Playboy

Título do ensaio fotográfico com Chapeuzinho Vermelho no mês do escândalo: Veja o que só o lobo viu.


Revista G Magazine

Título do ensaio fotográfico com lenhador dias depois do seu ato heroico: Lenhador mostra o machado. Lenhador mata o lobo e mostra o pau.


Revista Sexy

Ensaio fotográfico com Chapeuzinho Vermelho um ano depois do escândalo: Essa garota matou a fome do lobo!


Revista VIP

Chapeuzinho Vermelho como você nunca viu.

O Lobo Mau bem que tentou!


Revista TRIP

Chapeuzinho Vermelho – inocência e sensualidade depois do susto.


Revista Super Interessante

Lobo mau! mito ou verdade ?


Revista Caras

Reportagem fartamente ilustrada com Chapeuzinho Vermelho um ano depois do escândalo: Na banheira de hidromassagem na cabana da vovozinha, em Campos de Jordão, Chapeuzinho reflete sobre os acontecimentos.

Numa passagem da reportagem, ela confessa: — Até ser devorada, eu não dava valor para muitas coisas da vida, hoje sou outra pessoa…


Revista Cláudia

Chamada de capa para a reportagem: Como chegar a casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho.


Revista Cláudia Cozinha

A Vovó se foi. Mas deixou o seu livro de receitas!


Revista Arquitetura e construção

As dicas do Lenhador para deixar sua casa mais segura.

Por Emílio Portugal Coutinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui