O que te inspira?

0
30

Jornalismo

Jornalista está sempre buscando inspiração. Inspiração pra escrever, para dar forma a seus textos, para decidir qual o melhor título da matéria, para criar algo diferente, enfim, para tudo. Mas tem vezes que é complicado achar a tal da inspiração, ainda mais nesse mundo tão corrido e tumultuado que é o do jornalismo. Pois é… Andei pensando.

Uma coisa é fato. Pelo menos pra mim. Essa pressão do dia a dia (em terminar tudo – tudo mesmo – rapidíssimo) pode acabar com qualquer possibilidade de inspiração. Sim. E aquela pressão para que a matéria fique pronta em tempo recorde também pode, viu? Não há inspiração que resista.

Ok, ok, entendo que é assim que funciona e tal. Mas não precisa ser sempre assim, né? Alguém precisa ter, pelo menos, uma vontade mínima de fazer as coisas de um jeito diferente.

O que vemos hoje por aí, com raras exceções, são matérias grandiosas, mas milimetricamente produzidas para que caibam no espaço da página, ou do jornal. Perceberam o que eu escrevi, “milimetricamente produzidas”? Parece que as matérias não são feitas para se contar uma história, de verdade. São feitas para que caibam nos espaços destinados a elas. Isso nos bloqueia totalmente. Sério. E, provavelmente, estas mesmas matérias poderiam ser bem diferentes, não fosse a pressa em ter de publicá-las.

Mas enfim, voltando a tal da inspiração. Há vezes em que ela chega sem avisar, em um momento totalmente inesperado. Muitas vezes, até fora do seu horário normal de serviço (esse também milimetricamente contado). Incrível né? Nessa hora você tem vontade de fazer tudo de uma vez só, não é? Texto, vídeo, fotos, e até escrever um livro (rs!). Nessa hora você é capaz de criar coisas incríveis. Isso já aconteceu com você?!

Já em outras, parece que a pressão do dia a dia, o sufocamento de estar trancado em uma redação 8 horas por dia (ou mais) e a obrigação de criar algo novo (no maior estilo “The Flash”) te trava.

Mas isso tem solução?

Bom, pra você eu não sei. Talvez a inspiração possa surgir com alguma música bacana, com um livro legal, com aquele filme que você não vê há muito tempo, com aquele passeio bacana, com aquela viagem tão sonhada, com aquela conversa com alguém, ou mesmo perdida nos próprios pensamentos. Quem sabe?! E, pode acreditar que a inspiração geralmente brota assim, do nada mesmo.

Esse texto aqui surgiu exatamente de um momento desses de pura inspiração momentânea (rs)!

Então aproveitei a oportunidade e dei uma passadinha aqui no site, só para te dizer que, apesar da correria e da pressão do nosso dia a dia como jornalistas, você pode (e deve) buscar o que te inspira. Porque, na boa, não é legal fazer as coisas (só) porque você tem de fazer e deixar de lado as coisas que você gosta de fazer.

Então, mesmo que essa ideia pareça uma verdadeira “viagem na maionese”, procure inspiração para tudo o que você fizer. Mesmo. Você vai ver que tudo ficará mais fácil e agradável. E aproveite esses momentos para criar coisas novas. O jornalismo está precisando disso.

E você, já sabe o que te inspira?

Por Rafaela Lorenzon

Perfil do Autor

Rafaela Lorenzon
Estudante de jornalismo, quase formada. Não consegue se acostumar com os padrões do jornalismo atual, mas (ainda) acredita nele como uma forma de melhorar este mundo em que vivemos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui